16 novembro 2013

Resenha: Cabra Cega


Autora: Sheila Ribeiro Mendonça
Edição: Independente
Editora: Clube de Autores
Ano: 2010
Páginas: 94

Exemplar cedido em parceria com a autora

Sinopse:Clara e Gustavo se conhecem em um clube de Curitiba quando ela estava pensando em viajar, antes de começar a faculdade, e então se apaixonam e casam. Assim, a vida de Clara muda rapidamente. A mudança é radical, pois Gustavo se revela um homem agressivo, ciumento, possessivo, violento, ardiloso e perspicaz, com isso transformando a vida dela numa constante surpresa e esconde-esconde. Não somente de comportamentos, como também de cidades. Com o intuito de não criar laços com ninguém e, principalmente, de não deixar que a família de Clara saiba onde ela está, você vai acompanhar Cabra Cega sem ter a certeza de até quando aquela cidade fará parte dos planos de Gustavo. Em Cabra Cega acompanhamos os escondidos.

Resenha: 
"O medo que Clara começou a sentir de seu marido era tão grande que fazia com que não discordasse mais, com isso quando foi comunicada, já em cima da hora, de que se mudariam, novamente, ela foi quieta arrumar as suas coisas."
Em Cabra Cega, conhecemos Clara e Gustavo. Clara conheceu Gustavo em um clube em sua cidade, Curitiba. Gustavo se mostrou receptivo a Clara e logo se apaixonaram e se casaram. Clara abandou sua vontade de cursar uma faculdade para seguir o marido, que antes, era um homem gentil e carinhoso, mas com o passar do tempo, se tornou agressivo e ciumento, a ponto de não querer que Clara se envolvesse nem com seus vizinhos.


Gustavo leva clara de cidade em cidade. Vindo de uma família rica, Gustavo não se preocupa com dinheiro, o que ele quer é que sua esposa seja submissa a ele e lhe obedeça. No começo, a família de Clara tenta alertá-la, mas a paixão que Clara sente pelo marido é tão grande, que quando ela percebe o mal em Gustavo, é tarde demais, e agora, ela terá que ter forças para conseguir fugir dele.


Gente, eu vivi algo parecido dentro da minha casa, e ler algo assim me deixa desesperada. Acompanhar Clara e Gustavo me fez relembrar o passado, e me deixou muito comovida. Sou daquele tipo de pessoa que não aguenta ver maus tratos com mulheres, mas, não adianta negar. Por mais que nós, mulheres, tenhamos evoluído drasticamente deste o último século, ainda encontramos casos parecidos com o de Clara, e as vezes, só as vezes, a mulher está vivendo isso porque quer. Hoje, temos a Lei Maria da Penha que protege mulheres que sofrem maus tratos do marido e isso ajudou muito a nos libertar deste tormento.


A autora soube narrar o livro com maestria! Apesar de não ser baseado em fatos, me senti como se lendo uma história verídica. Pena que o livro é curto. Os espaços de tempos são grandes, mas tudo muito bem resumido. A diagramação esta perfeita, não encontrei nenhum erro de revisão e as letras são de um tamanho confortável que não cansa a vista. As folhas brancas não me atrapalharam em nada, apesar de eu gostar mais quando o livro possui folhas amarelas. Os capítulos são curtos, cada um com um título que descreve o que virá a seguir. A capa descreve perfeitamente o enredo. Clara fica mesmo cega durante uma parte do livro.


Só tenho a agradecer a Sheila por ter tido a oportunidade de ter algo tão bom e desejar sucesso em sua vida e carreira. Parabéns pelo livro! Super indicado! ;)

Avaliação:



Sobre a autora:



Sou jornalista faz 15 anos e escolhi esta profissão por conta da minha enorme paixão pela escrita. Tudo desde pequena me inspira, claro que com o passar dos anos fui evoluindo com as palavras e sensações. E foi assim que no início da idade adulta escrevi o meu primeiro romance.

Cabra Cega é pura ficção, embora algumas pessoas possam se ver na história, mas a intenção da obra é somente fictícia. Cabra Cega ficou guardado na gaveta por muitos anos e somente aos 35 anos me senti verdadeiramente preparada para a publicação e a realização deste sonho. Certamente é somente o primeiro de muitos outros que virão.

A escrita definitivamente é o ar que eu respiro. Algo que me move e muitas vezes até maior do que eu mesma, assim fazendo com que em qualquer lugar e situação que eu me encontre pegue um papel e caneta deixando a inspiração que chega fluir em palavras, e sem a pretensão de transformar num texto perfeito, apenas escrevo e sinto um enorme prazer com isso. Escrevo com o coração e com a inspiração que Deus me dá. E foi assim que escrevi o meu primeiro romance na certeza de que sigo no caminho da arte de escrever.


Entre em contato com a autora! No post de divulgação de parceria, informamos onde vc pode comprar o livro e ficar por dentro das novidades. Clique AQUI para ler.




7 comentários:

  1. A capa parece aqueles clássicos da literatura, me agradou. Esse não é o tipo de gênero que me atrai, confesso. Mas a história parece ser intrigante e o título reflete isso. Só não entendo como alguém pode casar tão rápido, sei que há muitos casos que acontecem esse tipo de coisa, mas ainda sim acho estranho.

    http://umadosemaisforte.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. A história é meio desesperadora.
    Deve ser algo muito horrível de se viver e angustiante de se ler.
    Mesmo assim despertou minha curiosidade.

    http://lisos-somos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oba! Que delícia de feedback e eu amei a forma que você fez a resenha falando sobre experiências e citando o quanto as mulheres já evoluíram. Fico feliz que tenha gostado de meu primeiro trabalho! Hoje lancei um novo livro: dessa vez é uma antologia com 13 autoras no total. Chama-se "Romances em Contos"! Segue a Fan Page, pode divulgar, minha linda!
    Beijo, beijo!

    https://www.facebook.com/pages/Romances-em-Contos/554630577941130

    ResponderExcluir
  4. Não sei bem o que esperava desse livro. Vi quando você anunciou a parceria e fiquei curiosa. Realmente ainda existem maus tratos a mulheres e muitas não tem força ou não querem fugir disso. Apesar de termos evoluido, ainda é uma realidade.
    Não sei se leria o livro. Gosto de temáticas fortes, mas esta em particular me afetaria de uma forma negativa, creio eu. E tudo o que eu mais quero no momento é fugir de sentimentos negativos.
    mas quem sabe em um futuro não tão distante.

    ResponderExcluir
  5. Quero muito ler esse livro, vai ser drama do começo ao fim, de fazer chorar mesmo!
    Gosto de livros desse jeito, mostra a realidade, te deixa muito por dentro desses assuntos, que infelizmente, é uma realidade pra muitas mulheres hoje em dia...

    ResponderExcluir
  6. Gostei da sua resenha,e o livro me apareceu bem interessante,é realmente um assunto muito falado.Espero lê-lo em breve.Vou colocar na minha lista de futuras leituras! :D
    Parabéns pela resenha e pelas fotos do livro...

    ResponderExcluir
  7. Já tinha visto uma resenha desse livro em outro blog, não tinha gostado da capa antes, mas agora que eu reparei bem, a capa é muito linda e diferente, a historia não faz parte do meu gênero mas eu leria sem esforço nenhum! E gente o marcador é lindo! ><

    ResponderExcluir

Adptação e personalização por QueenG Design

Tema Base por Butlariz