04 dezembro 2013

Resenha: A Estrada da Noite


Autor: Joe Hill
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788599296134
Ano: 2007
Páginas: 256
Tradutor: Mário Molina

Adicione no Orela de Livro

Sinopse:
Uma lenda do rock pesado, o cinquentão Judas Coyne coleciona objetos macabros: um livro de receitas para canibais, uma confissão de uma bruxa de 300 anos atrás, um laço usado num enforcamento, uma fita com cenas reais de assassinato. Por isso, quando fica sabendo de um estranho leilão na internet, ele não pensa duas vezes antes de fazer uma oferta.
"Vou ´vender´ o fantasma do meu padrasto pelo lance mais alto..."Por 1.000 dólares, o roqueiro se torna o feliz proprietário do paletó de um morto, supostamente assombrado pelo espírito do antigo dono. Sempre às voltas com seus próprios fantasmas - o pai violento, as mulheres que usou e descartou, os colegas de banda que traiu -, Jude não tem medo de encarar mais um.
Mas tudo muda quando o paletó finalmente é entregue na sua casa, numa caixa preta em forma de coração. Desta vez, não se trata de uma curiosidade inofensiva nem de um fantasma imaginário. Sua presença é real e ameaçadora.
O espírito parece estar em todos os lugares, à espreita, balançando na mão cadavérica uma lâmina reluzente - verdadeira sentença de morte. O roqueiro logo descobre que o fantasma não entrou na sua vida por acaso e só sairá dela depois de se vingar. O morto é Craddock McDermott, o padrasto de uma fã que cometeu suicídio depois de ser abandonada por Jude.
Numa corrida desesperada para salvar sua vida, Jude faz as malas e cai na estrada com sua jovem namorada gótica. Durante a perseguição implacável do fantasma, o astro do rock é obrigado a enfrentar seu passado em busca de uma saída para o futuro. As verdadeiras motivações de vivos e mortos vão se revelando pouco a pouco em A estrada da noite - e nada é exatamente o que parece.
Ancorando o sobrenatural na realidade psicológica de personagens complexos e verossímeis, Joe Hill consegue um feito raro: em seu romance de estréia, já é considerado um novo mestre do suspense e do terror.
Resenha: 


Mais cedo ou mais tarde, os mortos nos alcançam...

Como a pequena sinopse ai em cima diz, Jude Coyne é o tipo de astro de rock que eu adoro! *-* Mas não vamos falar sobre minhas preferências musicas...¬¬ Vamos falar do livro A Estrada da Noite, que estava na minha estante a séculos e nunca consegui ler, porque apesar de tudo, morro de medo! rsrsrsrsrrsrs Sim, tenho medo e ainda assisto a filmes de terror e leio livros sobre o assunto... fazer o que? A curiosidade é muito maior! kkkkkkkkk

Mas voltando ao livro: Jude é o cara! Passou a vida inteira fugindo de seus fantasmas do passado, ficou famoso com suas musicas macabras, é rico, pega todas as mulheres.... é isso mesmo, ele é um patife, safado que não dá valor as coisas que tem. Bem, somente aos seus cachorros, que ele considera sua família! Jude, atualmente está aposentado, suas músicas ainda tocam no rádio, mas faz tempo que ele não lança um disco e não sai em turnê. Nessa vidinha simples em sua pequena casa com sua atual namorada Geórgia, (na verdade, seu nome é Marybeth, mas Jude nunca chama suas namoradas pelo seu verdadeiro nome, ele as chama pelo nome da cidade de onde vieram) uma gótica que fala mais palavrão do que tudo, que Jude compra o fantasma pela internet. No começo aquilo tudo parece uma brincadeira, e como Jude é fascinado pelo oculto, ele topa ter um fantasma em casa, mas quando o paletó finalmente chega, Jude começa a temer por sua vida e pela vida de Geórgia. Eles agora, correm perigo, o fantasma fará de tudo para vingar a morte de sua enteada, e quem tentar ajudar Jude, terá o mesmo fim.

"Foi uma infância de lodo, cães latindo, arame farpado, instalações caindo aos pedaços, porcos guinchando e pouco contato humano. A mãe passava a maior parte do dia sentada na mesa da cozinha, com a expressão fixa, inerte, de alguém que tivesse sido lobotomizada. E o pai governava seus hectares de ruína e bosta de porco com os punhos e um riso raivoso."
Quando eu comecei a ler este livro, fiquei com muito medo. Mas no decorrer das páginas, dei umas boas risadas e cheguei a ficar com dó de alguns personagens. Jude não é o cara FDP que a sinopse apresenta, tem o outro lado da moeda neh? Gostei muito dele! Sua irreverência e ironia, me deixaram mais alegre enquanto lia o livro. Até Geórgia me cativou de um jeito especial. O único mal elemento do livro, definitivamente é o fantasma!
Jude passou muita coisa quando era criança, quando saiu de casa, nunca mais voltou. Guarda muito rancor do pai, pelo modo como ele sempre tratou sua mãe e ele. Jude não teve a quem se espelhar, vestiu sua roupa preta e aquilo era como um escudo para ele, não queria voltar a ser aquele menino indefeso, queria ser forte, mostrar medo, ser invencível. A história de Jude realmente é muito triste. Ainda tem a história de Geórgia, que só passamos a conhecer mais, depois que o fantasma já esta na casa com eles.

"Correra, correra e correra, fizera música, fizera milhões, passara muito tempo tentando pôr o máximo de distancia entre ele e o velho. Agora, com um pouco de sorte, ele e o pai podiam morrer no mesmo dia. Poderiam caminhar juntos pela estrada da noite."
De pouco em pouco, o autor vai nos revelando os segredos de ambas as partes, conhecemos todas as histórias dos envolvidos e ficamos comovidos, querendo um final feliz, e claro, tudo com muito suspense para prender mesmo o leitor. A narrativa é em terceira pessoa, soa como se uma história fosse contada mesmo. A diagramação é simples, mas muito bem feita, encontrei poucos erros de revisão. Os capítulos são separados por corações, e ao meu ver, tem tudo a ver com o tema do livro, afinal, somente o amor pode nos salvar, não é mesmo? E a capa.... essa capa é perfeita! Dá uma apreensão sabe... só lendo mesmo para sentir.

"Jude odiara o pai por tanto tempo que não estava preparado para qualquer outra emoção. Para a piedade. Para o horror. O horror, afinal, originava-se da simpatia, da compreensão de como seria estar sofrendo daquela maneira."
De qualquer maneira, eu adorei a leitura deste livro e indico a todos que tenham vontade de ler e se sentem impedidos de alguma forma. A escrita do autor é realmente maravilhosa, detalhista e emocionante. Você só vai conseguir parar de ler quando o livro acabar, e ainda vai ficar com um gostinho de quero mais. A linguagem utilizada é simples, derivada mesmo de um roqueiro cinquentão. Pra quem ouve e gosta de rock, não vai sentir a diferença, mas pra quem não gosta de palavrões, será um problema. Este é o primeiro livro que leio do autor, e já estou procurando outros, porque não adianta nada a história ser boa, sem ter uma narrativa a altura, e confesso que este me cativou por completo!


Com personagens únicos e que faram você sentir todos os tipos de sentimentos, A Estrada da Noite é um livro que eu recomendo de olhos fechados. Deixem-se levar pela história de Jude e descubra onde esta estrada vai dar!
"-Os mortos reclamam o que lhes pertencem, Craddock. Mais cedo ou mais tarde, reclamam o que lhes pertencem."

Avaliação: 



Sobre o autor:




Joseph Hillstrom King, mais conhecido como Joe Hill é um escritor estadunidense de livros do gênero de ficção. É filho do também escritor Stephen King. Seu nome foi escolhido como uma forma de homenagem ao anarquista sueco Joe Hill. Em 2007, lançou um livro de terror, intitulado no Brasil de A Estrada da Noite. É também de sua autoria a coletânea de contos Fantasmas do Século XX, publicada no Brasil em 2009.

8 comentários:

  1. Nunca li nada com a temática mais voltada para o terror, sempre me limitei ao suspense. Não sou de sentir muito medo, mas acredito que o livro seja um pouco pesado, não só por ser de terror, mas porque trata-se de um roqueiro que com certeza deve falar muitos palavrões. Gostei do enredo, achei bem interessante, embora um pouco macabro. A capa ficou incrível e remete a algo mais sombrio mesmo. Achei curioso o fato do autor ser filho do Stephen King.

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha! me animou ainda mais ♥ já estou lendo, ainda um pouco depois do começo, quando ele se distrai e o fantasma o sacaneia na garagem, estou adorando as descrições, a ideia, bem se vê que o talento não pulou uma geração na família King ♥ vc viu O Pacto? outro livro dele, esse já está virando filme, com direito a Daniel Radcliffe no papel principal! To louca pra ler, o comprei e tá aqui na fila, foi baratinho como Estrada Da Noite ♥
    um abraço flor ♥
    Pan
    http://pansmind.blogspot.com/2013/11/sorteio-de-natal-amazonia-arquivo-das.html

    ResponderExcluir
  3. Oiee ^^
    Já li O pacto, do Joe, e não tinha gostado muito. Não tenho vontade de conhecer os outros livros do autor, mas esse me parece ser legal, apesar de eu não ser fã de terror...rsrsrs' medrosa de carteirinha.
    MilkMilks
    DM
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Só pela sinopse eu já leria, ele sem dúvidas! Que pessoa mais maluca haha! Depois da sua resenha então, entrou pra lista dos desejados. Apesar de não gostar muito de terror , esse parece ter algo a mais. Vou querer ele com certeza!

    ResponderExcluir
  5. Li este livro e me apaixonei pela história. O personagem tem uma intensidade que nos envolve e nos deixa vidrados, torcendo por ele e nos fazendo ficar apaixonados também. Fiquei tão presa na leitura deste livro, que nem parei. Li em questão de horas. Recomendo, pois foi minha melhor leitura. Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Eu li esse livro muito tempo atrás kkk quando eu ainda estava no 1° colegial, li o exemplar que tinha na biblioteca da escola, lembro-me que amei a capa e a sinopse, porém, a história não foi tão "nossa, que estória linda e maravilhosa", mas foi legal.

    Beijos
    Ana
    analuisa_ricardo@live.com

    ResponderExcluir
  7. Parece ser um livro ótimo, mas já fiquei com medo!
    E fiquei curiosa pra ler, como que faz?! hahaha
    Ver quem ganha, curiosidade X medo! =P

    ResponderExcluir
  8. AMEI, já quero este livro na minha prateleira, já vou começar a guardar dinheiro. Eu realmente gosto de livros deste gênero, eu me assusto com filmes, mais livros não, eu ficou viciada nas histórias.

    ResponderExcluir

Adptação e personalização por QueenG Design

Tema Base por Butlariz