27 janeiro 2014

Resenha: Nada - Janne Teller.

Quarto livro do Desafio de Férias terminado!!!!! *-*

Autora: Janne Teller
Editora: Record
ISBN: 9788501096685
Ano: 2013
Páginas: 128
Tradutor: Anita Holm e Thomsen Luciano
Adicione no Orelha de Livro


“Nada importa.” “Você começa a morrer no instante em que nasce.”
Sinopse:
 Pierre Anthon está no sétimo ano e tem a certeza de que nada na vida tem importância. Por isso, ele decide abandonar a sala de aula e passar os dias nos galhos de uma ameixeira, tentando convencer seus companheiros de classe a pensar do mesmo modo. Agora, diante da recusa do menino de descer da árvore, seus colegas farão uma pilha de objetos que significam muito para cada um deles, e com isso esperam persuadi-lo de que está errado. A pilha começa com uma coleção de livros, uma vara de pescar, um hamster de estimação... Contudo, com o passar do tempo, os participantes se desafiam a abrir mão de coisas ainda mais especiais. A pilha de significados logo se transforma em algo macabro e doentio, que coloca em xeque a fé e a inocência da juventude.
Resenha: 

Olhando para a capa e lendo a sinopse deste livro, você não imagina o efeito que ele pode causar... Pensando bem, até pode imaginar, mas ao lê-lo, você fica se perguntando se realmente isso aconteceu e o que foi feito desses jovens, como eles estão hoje, será que encontraram o que procuravam?


Pierre Anthon desistiu de tudo, para ele nada mais importa. O garoto sobe então em uma ameixeira e de lá, tenta fazer seus amigos perceber o que ele percebeu, com frases marcantes e algumas ameixas para jogar em seus colegas, Pierre passa seus dias ali, dizendo que mais nada importa.
"Até então, nada havia levado a crer que Pierre Anthon era o mais inteligente entre nós, mas de repente, todos sabíamos que sim. Ele havia percebido algo. Mesmo que não ousássemos admitir isso. Nem a nossos pais, nem a nossos professores nem a nós mesmos. Não queríamos viver no mundo sobre o qual Pierre Anthon nos falava. Seríamos algo na vida, seríamos alguém."
Até que seus amigos resolvem mostrar a Pierre que ele está errado! Que algo importa, que eles querem ser alguém importante, que pequenas coisas tem significado. Juntos, começam a construir uma pilha de significados, primeiramente com coisas banais: um tamanco verde, uma coleção de livros, uma vara de pescar.... Até que a coisa começa a tomar outras proporções, e a pilha passa a receber coisas mais especiais.

"A pilha de significados não parava de crescer. Em poucos dias, quase alcançou a altura da pequena Ingrid. Mesmo assim, faltava-lhe significado. Sabíamos que nenhum dos objetos que havíamos juntado realmente significava algo para nós e, sendo assim, como poderíamos convencer Pierre Anthon da importância daquilo?"
No começo do livro, dei umas boas risadas, afinal, são adolescentes que querem acreditar em um futuro e querem acima de tudo, que Pierre desça daquela ameixeira e pare de gritar aos quatro ventos que nada mais importa! Depois, no entanto, comecei a sentir medo..... Medo do que esses mesmos adolescentes podiam fazer aos outros e a si mesmos.


A autora soube como entrar na minha cabeça e me fazer entender o que eles procuravam, tudo tem significado certo? Uma bicicleta que você queria muito, tem um significado para você como um dedo de sua mão? É isso o que a autora quer mostrar em Nada, você abriria mão de coisas importantes só para provar a alguém que aquilo tem significado? Um livro psicologicamente arrebatador, a autora usa toda a inocência de jovens para mostrar-nos do que a consciência humana é capaz de fazer.
"Sempre que eu sorria e ria, me perseguia o pensamento de quantas vezes eu choraria com essa mesma boca e com esses mesmos olhos até que, um dia, eles não se abririam mais, e, então, outros ririam e chorariam até serem também colocados sobre a terra."
O livro é narrado por Agnes, uma das colegas de Pierre que passa a construir a pilha junto com seus outros amigos. O que era para ser algo simples e direto, acaba sendo algo macabro e doentio. Agnes é a consciente do grupo, apesar dos pesares, consegui entendê-la. Todos os personagens são muito bem construídos e trazem uma forte carga emocional ao livro. A diagramação é simples, mas com uma leitura dessas, nem precisaria mesmo de muitos frus-frus. A revisão esta impecável! Não encontrei nenhum erro.


Só acho que o livro poderia ser maior, gostaria muito de saber as opiniões dos pais desses adolescentes, como eles se sentiram, mas em nenhum momento, isso deixou de tornar o livro especial. Não direi que você conseguirá lê-lo em algumas horas, apesar o livro ser fininho, seu conteúdo é um pouco pesado, e várias vezes eu precisei parar a leitura para pensar um pouco sobre os acontecimentos. Mas é um livro que eu indico a todos, sem exceção. Um livro para se pensar, um livro que não passará em branco.
"Começamos a entender o que Pierre Anthon queria dizer. E começamos a entender o que Pierre Anthon queria dizer. E começamos a entender por que os adultos tinham aquela aparência.
E, embora houvéssemos jurado que nunca seríamos como eles, havia acontecido. E sequer tínhamos 15 anos.
Treze. Quatorze. Adultos. Mortos."


Avaliação:



Sobre a autora:


Janne Teller nasceu em 1964 na Dinamarca. Formada em macroeconomia, trabalhou na Organização das Nações Unidas até 1995, quando decidiu se dedicar exclusivamente à literatura. A autora mora em Nova York.

Quando lançado, em 2000, Nada gerou muita controvérsia na Escandinávia, e foi até mesmo temporariamente banido. Atualmente, após grande aclamação da crítica e inúmeros prêmios, é considerado um clássico moderno, tendo mais de 200 mil exemplares vendidos na Alemanha e direitos de tradução negociados para 22 países.

4 comentários:

  1. Oii ^^
    Não conhecia o livro, mas parece ser bem legal. Dá a impressão de ser um pouco infantil, mas também parece ser bem forte, né? Confesso que a capa dele me deixou desinteressada, e a sinopse não me agradou tanto, mas vou procurar lê-lo, quem sabe...
    MilkMilks
    DM
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Quando li a sinopse confesso que não fiquei muito interessada, pensei que era algo bobinho e tal e ainda mais por ser bem fininho! Mas lendo sua resenha, fiquei muito curiosa para saber que rumo essa estória irá tomar, principalmente por você ter comentado que algo inocente começa a seguir um rumo macabro e doentinho. Sério, fiquei muito curiosa mesmo :O
    Acho que vou colocá-lo em minha lista...rsrs
    beijos ♥
    quemprecisadetvparaverbeyonce.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Fiquei um tempinho girando a cabeça tentando decifrar a capa do livro nas fotos, haha.
    Não me animei muito com o livro não. Parece ser um drama de adolescente, coisa que eu não suporto na vida real e em livros é ainda pior!
    Mas tenho um fraco pra dramas, e acho que o livro pode me surpreender. Comentários e avaliação tão positiva me faz querer conhecer a obra.
    Não seria um livro que eu compraria, mas se tivesse a oportunidade, leria sim.

    ResponderExcluir
  4. Sabe aquela resenha que você lê e quer ir comprar o livro? Foi esse.
    Eu simplesmente adorei a proposta da história. *-*
    Sem falar que adorei a capa!

    ResponderExcluir

Adptação e personalização por QueenG Design

Tema Base por Butlariz