07 março 2014

Resenha: Cowabunga! - Desventuras de um Ex-Surfista

Autora: Ana Paula Seixlack
Editora: Benvirá
ISBN: 9788582400951
Ano: 2014
Páginas: 160
Nota: 4/5
Adicione no "Orelha de Livro"
Site da autora

Sinopse: Ricardo Avelar, o Zimbo, era um jovem surfista com um futuro brilhante quando um grave acidente encerrou sua carreira. Amargurado, há mais de quarenta anos vai à praia e passa o dia observando o mar. Ao longo das horas, sente o impulso de cair na água e mostrar como um verdadeiro surfista domina as ondas. Mas sempre fracassa. Além da frustração de voltar para casa sem surfar, Zimbo tem de lidar com um relacionamento conturbado com Letícia, sua jovem namorada que não abre mão de uma vida agitada com os amigos. Resta ao surfista relembrar as aventuras de seus dias de glória enquanto cuida de sua prancha na areia. O difícil é conseguir identificar o que é realidade e o que é fantasia em suas lembranças. Com um texto divertido e cheio de referências aos anos 1960 e 1970, Cowabunga é surpreendente desde seu título, que remete a um grito de guerra dado pelos surfistas. Ao final da leitura, você terá feito um novo amigo e talvez até descubra seu lado surfista. Prepare sua prancha e prove que sua técnica está apurada para deslizar pela vida tumultuada de Zimbo.

Resenha: 

 Em Cowabunga! Vamos conhecer Zimbo. Um homem que já passou da idade, mas ainda se idolatra por ser um surfista. Zimbo vive  com sua companheira Letícia, uma jovem mulher que gosta mesmo é de baladas e de sair com gente de sua idade. Não sei o que um viu no outro, o relacionamento entre eles é difícil. Zimbo, muito mais velho que Letícia, não desiste de encontrar a onda perfeita depois de seu acidente, e Letícia o acha um louco por ainda agir como um jovem surfista.


Zimbo é o tipo de cara marrento, que se acha. Não come qualquer coisa, ele tem que manter seu corpo intacto. Adora quando as mulheres lhe dá atenção, apesar de manter um relacionamento sério com Letícia, ele não perde uma boa ficada por nada! Irritante, sarcástico, engraçado.... É difícil falar de um personagem quando você gosta muito dele. Só lendo mesmo para saber!


Depois que sofreu o acidente que o invalidou para o surfe, Zimbo passa seus dias sentado nas praias, olhando  mar e se amaldiçoando por ainda viver sem poder fazer o que mais gosta: Surfar.
Entre pensamentos desconexos, Zimbo não consegue mais distinguir o que é real e o que é fantasia, sua coragem, antes tão valorizada, hoje não serve para mais nada. Ele quer surfar, mas o medo de entrar na água é maior.
"A verdade é que gostaria de estar lá com eles. Imaginava como seria prazeroso ser da Turma. Intimamente, queria ter a mesma idade e coragem para se arriscar. Sabia que não poderia voltar no tempo, mesmo assim desejava ter a mesma força e habilidade para pegar ondas. Ainda queria ser o melhor."
Sabe quando você começa a ler um livro e logo se vê atraído pelo personagem, independente se ele é legal, ou chato, ou até mesmo o pior personagem que já existiu? rsrsrsrrsrs Pois é, Zimbo me conquistou com seu sarcasmo e sua vida diária. Dei muitas risadas com esse personagem peculiar, que faz você querer descobrir mais sobre ele, saber o que o atormenta, dar carinho, atenção.... As vezes cheguei a ficar com raiva de Zimbo, um homem velho tentando parecer mais jovem??? Mas, depois que você o conhece, é difícil tentar odiá-lo!


A autora soube como manter o foco da trama sem cansar o leitor, todos os personagens foram bem construídos e cada um tem o seu papel no livro. Com uma narrativa em terceira pessoa, a autora vai levando você pelo passado e pelo presente de Zimbo. Seus delírios, seus pensamentos, suas vontades.
Devo acrescentar que o livro só não ganhou 5 estrelas porque não é meu gênero preferido, mas com certeza entrou para os meus favoritos.

Terminada a leitura, fiquei imaginando se a autora é surfista.... todos os termos e gírias utilizadas pelos surfistas você encontra neste livro. Não sou nenhuma expert no assunto, mas já li uma coisa ou outra sobre o esporte. Sem contar as passagens que nos levam de volta ao tempo, 1960 e 1970, uma verdadeira viagem! Ana Paula Seixlack, tem uma escrita simples e direta, tão gostosa de ler que quando você percebe já esta no final do livro! Adoro quando a história, juntamente com a escrita nos faz esquecer de tudo e ficar concentrados no livro. Mais uma autora nacional de sucesso, tenho certeza!


A editora também caprichou muito na edição, sem erros aparentes, folhas amarelas, com uma diagramação simples e uma capa linda demais, que descreve bem o que o livro aborda. Os capítulos são separados por títulos, o que as vezes pode conter algum tipo de spoiler, mas não nesse caso, você só consegue ficar mais curioso! rsrsrsrsrrs

Com um final encantador (que me tirou algumas lágrimas), Cowabunga! tem tudo para ser um livro perfeito, seja vc surfista ou não, vai se encantar com essa obra e desejar mais! Venha se aventurar no mundo de Zimbo, e descobrir se ele consegue ou não pegar sua última onda! Super recomendo!

"Zimbo era um galo velho quando jovem. Nunca fugiu de um desafio. Pegou tanta onda, que era quase impossível conceber a ideia de que nunca mais faria isso outra vez. Tantas manhãs e tardes ensolaradas, viagens em busca das melhores dropadas, garotas... Tudo era, agora, uma vaga lembrança. Às vezes, nem parecia que aquilo havia sido real."

Sobre a autora: 



Ana Paula Seixlack nasceu em Cascavel (PR). Obcecada por cinema, música e literatura estrangeira das décadas de 1950 e 1960, inspira-se nesse universo para compor suas personagens em narrativas e roteiros de cinema.

Formada em Inglês, aprofundou o domínio da língua quando morou na Califórnia. É autora de "Don’t back down from that wave" (2008) e "The next sunset" (2011). Também escreveu os contos de "A chuva, o parque, as flores e outras coisas" (2009).

5 comentários:

  1. Estou lendo este livro agora! E olha, não sabia muito o que esperar, mas digo que estou gostando - ainda que esteja bem no início e não tenha uma ideia tão clara assim do todo. Vamos ver como vai ser o restante da leitura!

    Beijos, Livro Lab

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha. Ficou execelente e conseguiu transmitir uma boa ideia do que o povo vai encontrar o lviro!!
    Cowabunga! Desventuras de um ex-surfista também é meu favorito. Impossivel não se apegar ao Zimbo depois de compartilhar com ele tantos momentos divertidos, dramas, medos, relembrar os velhos tempos...

    ResponderExcluir
  3. Gostei da resenha, mas não consigo me imaginar lendo esse livro:s
    Não gosto muito da temática surf :c

    ResponderExcluir
  4. Eu também gostei da resenha, mas o livro não faz muito meu estilo.

    ResponderExcluir
  5. Adorei a resenha, é a terceira resenha que leio sobre ele e a maioria comentários positivos acerca desse livro, creio que deve ser uma leitura super prazerosa...Também acho esta capa linda =)
    E já tenho ele na lista de desejados!!
    Beijos!!

    ResponderExcluir

Adptação e personalização por QueenG Design

Tema Base por Butlariz