23 maio 2014

Confira a entrevista com a autora MS Fayes e descubra como ter seu Absoluto autografado pela autora.

Bom dia!!!!

Mais uma novidade da Editora Charme, uma entrevista super completa com MS Fayes, autora de Absoluto! Bora conferir??? *o*




Todas as leitoras que comprarem Absoluto até 31/05, pelo site da editora, receberão seus livros autografados por ela.
Vamos, então, conhecer MS Fayes, Absoluto e suas inspirações? :)

Editora Charme: Como a literatura e o processo de escrever surgiu na sua vida?

MSF: A literatura surgiu bem cedo. Aos doze eu já sequestrava romances de época da biblioteca do trabalho da minha mãe e daí passei para o vício. Aos quinze eu compartilhava com uma amiga todos os livros de banca que comprávamos. Sempre curti ler e pra mim é um momento onde posso descansar de todos os problemas. Alguns livros chegam até mesmo a me emocionar.
Quando à escrita eu sempre fui extremamente imaginativa. Quando mais nova eu terminava de ler um livro, ou assistir um filme e se eu não gostasse do final, eu desenhava quadrinhos com o segmento que eu queria que tivesse. Eu tinha milhares de bloquinhos desenhados. Porém, só no final de 2009 que realmente eu criei coragem e abri meu word e resolvi colocar a história que estava na minha cabeça no "papel". Daí surgiu o Tapete Vermelho. O blog me fez escrever muitos contos e realmente me apaixonei pelo processo de poder criar meus próprios personagens, imprimir nas personagens características e personalidades que eu sempre admirei.

EC: Como foi o processo de criação da história de Gabe e Kate? É inspirada em alguma história real?

MSF: Estava extremamente chateada com uma leva de mocinhas universi'otárias" hehehehe... daí, fofocando com uma amiga falei: "cara, vou criar uma mocinha que seja muito legal, inteligente pacas e que não precise ser uma tapada completa." Aí surgiu a Kate. Enquanto eu estava no skype, fui criando a história e dando vida aos personagens. Essa amiga palpitava e juntas colocamos vários tópicos em discussão, desde a nacionalidade, o estado, a profissão e etc. Daí saiu o esboço e veio o lindo do Gabe.

EC: Quem são as autoras que te inspiram? Que tipo de livro você gosta de ler?

MSF: Sem dúvida alguma a autora que mais me inspira é Nora Roberts. Ela faz com que o leitor viaje dentro da história, conheça os passos da profissão de seus personagens, adentre no universo que ela mesma criou. Você lê a série "Quarteto Noivas" e de repente você se lembra de todo o processo de escolha dos detalhes na época do seu casamento. Eu acho isso o máximo. Ela cria personagens quase "reais" em termos de sentimentos, atitudes....eu suspiro com Nora Roberts.
Judith McNaught também é maravilhosa, criando histórias que te prendem do começo ao fim. Nossa....são tantas...nem consigo me lembrar mais quais as preferidas... E o tipo de livro que curto ler é romance de ficção mesmo. Contemporâneo, histórico, NA, YA, Sobrenatural...se a história me cativar estou lendo.


EC: Como é sua relação com os leitores?

MSF: Eu sempre fiz muita questão de ser acessível aos meus leitores. Acho isso essencial porque são eles que sustentam todo o processo de divulgação do livro. Então, eu respondo recados, respondo cartinhas, encontro ao vivo quando posso. Cheguei até mesmo a viajar para algumas cidades com o intuito de conhecer ao vivo cada leitora minha. Eu amo os depoimentos fofos de que gostaram do livro....isso enternece meu coração.

EC: Como você vê o momento atual da literatura feminina? As leitoras de hoje estão mais abertas a livros hot do que no passado…

MSF: Bem mais abertas...hahahahaha.... e o que vejo hoje em dia é que muitas realmente agora assumem seus gostos literários e deixaram de ter vergonha de expor esse lado romântico e caliente que tem dentro de si. Antigamente, nós tinhamos que ler um livrinho de romance escondidas... agora não. Você já vê as leitoras se deliciando em qualquer lugar. Essa semana eu estava em um voo e a mulher do outro lado do corredor estava lendo Toda Sua. Hot, hot, hot... imagino a companheira de assento dela lendo uma cena quente... hahahaahahah....

EC: E seu marido lê e opina seus livros? Sua familia participa do seu processo de escrita?

MSF: Meu marido não lê a história pronta, mas ele opina na criação do roteiro, dá ideias escalafobéticas, sugere nomes, critica cenas...E o mais importante. Ele fica com os meus filhotes quando estou num processo criativo. Enquanto eu me fecho no quarto, ele distrai as crianças para que eu possa me empolgar e escrever sempre que a criatividade surge.

EC: Quem é a MS Fayes? Como é seu dia a dia? O que você gosta de fazer?

MSF: A MS Fayes é uma formiga atômica. Dorme tarde, acorda tarde, organiza os guris pra escola, dá o almoço ( preste atenção que eu dou o almoço, e não preparo...hehehe...), Levo pra escola, atendo pacientes ( meu lado hobbie...sou fisioterapeuta de bebês. Eu cuido dos guris da minha cidade quando o tempo faz com que eles se encatarrem todos...eu sei...é nojento....mas é bem eficaz o tratamento...). Volto pra casa  da minha sogra até dar a hora de buscar meus filhos na escola ( nesse tempinho ou eu leio ou escrevo...), Pego um trânsito infernal com 5 pentelhos no carro ( meus dois filhos pequenos e meus sobrinhos ), descanso e lancho na minha mãe, corro de volta pra casa, dou banho nos meus filhotes, faço o dever de casa e libero os "pedintes" para assistirem desenho. Daí eu vou para meu recanto e começo a escrever quando me dá na telha. E muitas vezes eu vou até altas madrugadas com meus dedinhos teclantes....

EC: Como foi a transição de um livro mais voltado para o público juvenil, para o público adulto? Você teve dificuldade com a linguagem ou posicionamento dos personagens?

MSF: Sim. Na verdade eu tenho uma dificuldade extrema em criar cenas muito hots...hahahaha...eu fico enrubescida ...juro... E honestamente, eu considero o Tapete Vermelho como um livro mais NA do que YA. Mas a classificação dele ficou no infanto juvenil. Minha sobrinha amou o livro, o James, etc...mas o Absoluto eu já avisei que é pra ela passar longe!!! Hahahahahah...
Quanto à linguagem dos personagens eu não sei...talvez...eu tenho o espírito mais adolescente. Tanto que me identifico muito com a Fay, a amiga da Kate. Mas enfim...eu escrevo sem pensar muito...eu vou deixando meus dedos viajarem pelas teclas e assim vão surgindo os diálogos, as cenas, os momentos...

EC: O que você diria para quem está pensando em ler Absoluto? O que os leitores podem esperar?

MSF: Eu diria que quem leu Tapete Vermelho antes vai sentir a diferença gritante. Se as leitoras sentiram falta de momentos de pegada, momentos mais calientes, então o Absoluto vai suprir essa ausência. Hahahaah... Acredito que todas vão acabar se apaixonando pelo Gabe. Eu quis fazer uma heroína apaixonante e acabei dando vida a um macho alfa maravilhoso...hahahah...sem brincadeira...fora que a capa está absolutamente dando vida ao Gabe...

EC: Mande um recado para as leitoras.

MSF: Queridas leitoras, entreguem seus corações nas mãos experientes de Gabe Zsaloki. Ele será tudo e mais um pouco. Quer dizer...eu assim penso. Mas realmente acredito que vocês ficarão encantadas com o livro. E agradeço desde já todo o apoio e incentivo para que eu continue escrevendo. Se as leitoras não existissem, o que seria de nós? São vocês que nos trazem o feedback daquilo que criamos e saber que vocês curtiram é maravilhoso. Fico sempre emocionada quando uma leitora mais efusiva enaltece o meu trabalho. Dá o maior orgulho... Love Y'all.

Siga MS Fayes nas redes sociais:
Facebook | Twitter

Para ler os três primeiros capítulos de Absoluto, clique aqui.

Para comprar:
Site da Editora
Livraria da Travessa


OBS: Conteúdo compartilhado através do blog da Editora Charme

Gostaram da entrevista? Eu amei! Não vejo a hora de começar a ler Absoluto! *o*
Bjo bjo^^


5 comentários:

  1. Adorei a estrevista. Quero ler esse livro. A capa é muito bonita.

    ResponderExcluir
  2. Oi
    Eu não li Tapete vermelho, mas me empolguei com a resposta dela.
    Adoro o genero. Quero muito ler o livro.


    Blog: livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br
    Fanpage: facebook.com/livrosvamosdevoralos

    ResponderExcluir
  3. OMGG
    Quero muito esse livro
    Adoro livros hots, ta na minha lista
    Essa capa heimm ameiiiiiiiiiiiii

    ResponderExcluir
  4. Ooi tudo bom???
    Não gostei do livro pois tem um tema hot, não pe meu gênero favorito evito todos os livros com o tema *-*

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Amei a entrevista, me identifiquei com a escritora que parece ser uma pessoa muito carinhosa e respeitadora com os leitores. O livro me atraiu e muito.

    ResponderExcluir

Adptação e personalização por QueenG Design

Tema Base por Butlariz