7


Resenha: A Guerra dos Fae - Chamado às Armas - Livro #2 - Elle Casey

Edição: 1
Editora: Geração
ISBN: 9788581302270
Ano: 2014
Páginas: 368
Tradutor: Ana Death Duarte
Adicione no "Orelha de Livro"
Compre AQUI - R$ 17,45


Livro cedido em parceria com a editora

Sinopse: Chegou a hora da guerra no segundo volume da série "A Guerra dos Fae! Em Chamado às Armas", os Fae da luz são convocados a fazer uma importante mudança e treinar seus dons mágicos para enfrentar os Fae das Trevas. Jayne Sparks e seus amigos Spike, Chase, Finn e Becky estão na iminência de uma guerra sangrenta e devem sofrer uma mudança, como crianças trocadas, para serem membros dos Fae da Luz com identidades mágicas. Poderão se transformar em elfos, ninfas, daemons, íncubos, anões e duendes verdes, querendo ou não aceitar suas novas identidades, desapontando-se com elas ou não. Como será resolvida a questão entre os Fae da Luz e os Fae das Trevas? Serão Jayne e seu grupo de amigos capazes de dar conta de uma missão tão espinhosa? Muitas respostas a estas perguntas, e outras tantas que foram provocadas pelo primeiro volume da série, serão respondidas aos leitores. E surgirão novos e fascinantes enigmas.


Esta resenha não contém nenhum spoiler do livro anterior


Resenha: 

Vocês viram que amei o primeiro livro desta série neh? Ok, dê todo o crédito para a protagonista Jayne, que me ganhou deste a primeira página de "Crianças Trocadas". Claro que a narrativa da autora também me conquistou, afinal foi ela que criou Jayne e todo esse mundo fae incrível! A série A Guerra dos Fae é campeã de vendas de e-books no site da Amazon nos EUA. Tenho certeza que será sucesso aqui também!



Neste volume, as crianças trocadas vão aprender a dominar seus poderes. Como vcs perceberam na sinopse, Tony, melhor amigo de Jayne não está presente, isso porque ele escolheu não fazer parte deste mundo fae. Mas uma guerra está acontecendo entre os Fae da Luz e os Fae das Trevas, e ao contrário dos Fae da Luz, as Trevas não deixam uma criança trocada em potencial passar despercebida.
"Filho da mãe! Isso devia ser o troco por causa do meu fiasco com Céline. Tudo bem. Eles queriam brincar? Eu podia brincar. Se fosse cair. que fosse lutando. Passei do medo à raiva, simples assim. Estava ficando farta de ser forçada a entrar nessas situações que ameaçavam minha vida."

O começo do livro é bem parado, afinal, todos estão descobrindo seus poderes e como utilizá-los. A ação mesmo fica todas nas últimas páginas! Então, imagina meu desespero! rsrsrsrrs A narrativa continua em primeira pessoa, pelo ponto de vista de Jayne, o que eu adoro! Vcs precisam conhecer essa protagonista! Ela tem um toque de Rose Hathaway que eu amo! Não só sua língua afiada, mas o amor por seus amigos e em especial pelo Tony. Seus pensamentos são desconexos e imprevisíveis! Adoro seus surtos! Uma criança trocada em potencial que ainda não descobriu do que é capaz e a cada descoberta de seus poderes, fica mais confiante e durona!
"Pela reação de todos e pela "reunião especial", deduzi que meu amuleto não havia produzido exatamente o resultado que eles esperavam. Suponho que, por hora, serei um grande mistério em termos de criança trocada. Esperava que isso fosse uma coisa boa."
Chamado às Armas é praticamente isso: Jayne descobrindo seus poderes e treinando para a guerra que se aproxima. Muitas perguntas que me deixaram doida no primeiro livro foram respondidas aqui, mas em compensação, outras tantas foram feitas e só saberemos as respostas no próximo volume. A autora tem uma escrita marcante e sucinta, adora fazer um suspense e gosta disso, o que deixa nós, leitores, morrendo de curiosidade! rsrsrsrsrsrrs



Novos personagens são incrementados na trama, trazendo mais segredos. Os personagens antigos também não deixam a desejar, continuam perfeitos e cada um faz sua parte para a história correr sem deixar o leitor cansado com a narrativa. Não havia encontrado foco de um romance no primeiro livro, só os delírios de Jayne que tem uma quedinha por Spike, mas neste livro, quase no final, uma nova chama cresce no peito de nossa protagonista, dando a entender que um casal está para se formar em breve!
"Eu só conseguia pensar em uma única coisa: a imagem de meu melhor amigo, sozinho e abandonado por mim, a garota que devia estar com ele, mas que havia escolhido a glória pessoal e a aventura em vez da amizade."
A editora esta de parabéns quanto a edição do livro. A capa segue o mesmo padrão da anterior, fosca com verniz localizado no título, linda demais com essa floresta ao fundo e Jayne (creio que seja ela) no meio de tudo. A diagramação esta linda, os capítulos são diferenciados por uma página em preto e branco, o que deu um toque a mais na edição. Não encontrei nenhum erro de revisão, o que foi maravilhoso, pois assim a obra se tornou perfeita para mim.
Enfim, curiosa eu? Imagina.... matando um pelo próximo volume! rsrsrsrsrsrrs Super recomendado!




"Nunca estive em uma ótima forma física como esta antes, e nunca me senti assim tão confiante. Outro bônus foi que aprendi novos xingamentos para acrescentar a meu repertório, mas ainda achava que faltava aquela energia. Eu só os usava com os fae antigos; pareciam ser os únicos que ficavam chocados com eles. Um bem colocado Bendita Mãe Terra, Lua e Sol e todo o mundo ficava desconcertado. Alguns deles até me davam broncas, o que era algo hilário, superdivertido de se instigar."

Avaliação: 



Sobre a autora: 



Vem escrevendo desde os quatro anos de idade e vem vivendo como escritora de tempo integral desde 2010 no sul da França com o marido e três filhos. E desde então vem construindo para ter o próprio vinhedo. Elle não submete seus trabalhos a agentes acreditando que publicá-los online é um caminho mais justo e fácil tomado por diversos escritores antes dela. Atualmente escreve diversas séries sendo acusada de ser um ciborgue por publicar em média um livro por mês.

Acompanhe as resenhas da série A Guerra dos Fae:


7 comentários:

  1. Como eu disse na resenha do primeiro livro, continuo sem me interessar completamente pelo livro, talvez no futuro eu leia ele, porém, ainda não! :/ Me impressionei com essa capa igual a primeira :)

    ResponderExcluir
  2. Oiii, é percebi que você realmente amou a série! kkk Fico muito feliz, estou rezando pra meu período de estágio passar pra eu mergulhar em leituras novas, e quem sabe começar A Guerra dos Fae, estou super curiosa sobre Jayne (será que ela fala palavrão mais do que eu? kkkk)!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  3. Oi! Já conhecia a série e comecei a me encantar pelas capas primeiro, a primeira tem mistério e nessa parece ação. Amo isso e acho que a autora teve o seu ponto auge quando criou a personagem principal determinada e descontraída, amei e pretendo ler.

    ResponderExcluir
  4. Estou louca para lrer essa série. Só pela sua resenha, já sei que vou gostar da protagonista.

    ResponderExcluir
  5. Achei a capa desse livro bastante empolgante, algo relacionado a ação e a guerra. Gostaria muito de lê-lo, amei o primeiro livro e o segundo me deixou bastante esperançosas, gostei do modo que a personagem principal é, estava sentindo falta de uma personalidade dessa.

    ResponderExcluir
  6. Depois de ler a sua resenha do primeiro livro ja adicionei ele a minha lista de desejados, fico contente em saber que a autora não deixou a peteca cair no segundo volume..ele mais 2 livros depois deste né..acho que é isso que vi no skoob.
    Um romance no finalzinho...uma pena, mas quem sabe no proximo tenha mais rs,
    beijos.

    ResponderExcluir
  7. Ainda não comecei a ler a trilogia por isso não li a resenha toda mas a capa deste livro está linda também . Beijo

    ResponderExcluir

Arquivo

© Livros de Elite - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Andréa Bistafa.
http://i.imgur.com/wVdPkwY.png