06 outubro 2014

Resenha: Sândalo - Reflexões para a cura da alma - Sergito de Souza Cavalcanti

Edição: 1
Editora: Petit
ISBN: 9788572531986
Ano: 2011
Páginas: 229
Adicione no "Orelha de Livro"
Compre AQUI - R$ 16,92


Livro cedido em parceria com a editora


Sinopse: Inspirado pelo sândalo - na Índia uma árvore sagrada, da qual se extraem óleos aromáticos e madeira para produção de incenso-, Sergito de Souza Cavalcanti nos oferece lições de espiritualidade, cuja essência reconforta e perfuma a alma. "Seja como o sândalo, que perfuma o machado que o fere." Foi nesta recomendação, atribuída a Buda que o autor encontrou e desenvolveu, neste livro, excelentes referências ao amor e à esperança, capazes de dissolver a tensão, as perdas, os sofrimentos e as desilusões. Se você pretende rastrear a felicidade, basta seguir, agora mesmo, a agradável e inconfundível fragrância de Sândalo. 


Resenha: 


O que difere dos outros livros espíritas que li foi o fato deste não ser psicografado e sim a visão do autor em relação à religião e aos acontecimentos da vida.
Quando comecei a ler, por causa da frase que dá nome ao livro pensei que seria a visão budista sobre Lei de causa e efeito ou Lei do retorno e como transformar o mal carma. 


“Religiões há muitas, mais a consciência religiosa é uma só. - Um homem que sustenta a verdade deve dizer: Essa é a minha verdade. Mais por causa disso não pode tirar a conclusão absoluta e dizer: Só há essa verdade, qualquer outra é falta.” (Buda).
Porém, este livro fala do evangelho segundo o espiritismo por meio das palavras de Jesus que ensina a amar ao próximo e perdoar os inimigos ou aqueles que não nos querem bem. Aponta o mal que a mágoa e o rancor pode nos causar e nos mostra como nos livrarmos dos sentimentos ruins e mantermos nossa alma em paz, pois enfatiza a importância do amor, do perdão e da humildade. 


O livro é um pouco repetitivo em relação às argumentações bíblicas, acredito que foi a forma que o autor encontrou para enfatizar o seu ponto de vista.
Baseando-se na fé em Deus e em nós mesmos, e que quando uma pessoa realmente acredita, ela consegue manter a tranquilidade espiritual e alcançar os seus sonhos.
Tem várias situações para fazer o leitor refletir sobre sua circunstância atual ou passada, compreender que nem tudo possui resposta imediata, e que é preciso ter paciência e confiança. Dessa forma consegue confortar a alma de quem esta passando por momentos difíceis.

“Não há dificuldade insolúvel e maior que nossa capacidade de supera - lá. Felicidade, portanto, depende de nós.”



A capa é linda, com relevo e verniz, a escolha das cores também é excelente, com fundo negro e roxo. As páginas apesar de serem brancas não dificultam a leitura, as margens possuem leves gravuras em cinza e a diagramação é boa.


Avaliação: 


Sobre o autor: 


Mineiro da Cidade de malacacheta, é orador e escritor de sucesso, dono de um estilo cativante. Escreve com a mesma vibração que imprime às suas conferencias. É presidente do Conselho de Representação da Assembléia do Grupo de Fraternidade Albino Teixeira (Gefrater), de Belo Horizonte (MG), onde reside com a família. Conselheiro do Grupo Fraternidade Eterna, de Inhaúma (MG). Fundador da Fraternidade Espírita José Grosso, de Córdoba, na Espanha.

10 comentários:

  1. Amar ao próximo e perdoar os inimigos é muito difícil, só com muita prática mesmo.
    Não costumo ler livros religiosos, mas esse parece ser bom. A capa e a diagramação estão maravilhosas.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de outubro

    ResponderExcluir
  2. Não gosto muito de livros de auto ajuda e esses me lembram muito esse gênero, por isso não me interessou tanto assim.

    ResponderExcluir
  3. Oii
    Me interesso bastante por religiões, gosto de estudar várias delas. Gostei bastante da ideia do livro e achei a capa linda. Apesar de gostar da premissa, acho que não o lerei, pelo menos, não agora.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Eu amei este livro, não conhecia ainda, gostei e já adicionei nos meus desejados.
    Obrigada por compartilhar.
    www.bookspelagi.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. A diagramação do livro é muito bonita, gostei das cores da capa. Infelizmente não é um livro que eu vá ler, não gosto desse gênero.

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Não tenho o costume de ler livros religiosos.
    Mas, a proposta que esse livro traz é bastante interessante.
    A diagramação dele é muito linda.
    Beijos
    Construindo Estante || Facebook - Tem promoção lá no blog. Não fique fora dessa!

    ResponderExcluir
  7. Oi! Como não gosto de ler esse gênero não consegui me atrair pelo livro e nem a capa me conquistou. Me lembrou a livros de auto-ajuda e, infelizmente, não consigo me apegar a essa leitura.

    ResponderExcluir
  8. O mineiro que demais tambem sou ahahhah! Adooorei isso1
    Sobre o livro achei as folhas um lindeza ! Não gosto de livro
    espiritista. Não bem o tipo que realmente gosto mas...
    Não tenho muuuito que falar talvez lendo me chame atenção

    ResponderExcluir
  9. Como fala do evangelho segundo o espiritismo, mas não tenho nenhum preconceito, não me interessei.
    Boa resenha! Abraços!!!

    ResponderExcluir
  10. Não faz muito meu estilo de narrativa, não curto muito livros espíritas, mas acredito que minha mãe adoraria. Achei interessante os quotes destacados e a diagramação do livro parece estar muito bonita.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir

Adptação e personalização por QueenG Design

Tema Base por Butlariz