11


Resenha: Tudo o que eu Preciso - Kimberly Knight

Autor: Kimberly Knight
Titulo original: Where I Need to Be
Serie : B&S
Editora: Charme
ISBN: 9788568056011
Ano: 2014
Páginas: 216
Tradutor: Cristiane César

Sinopse:
Spencer Marshall estava deprimida. Depois de pegar seu namorado traindo-a com a secretária, ela decide ter um fim de semana só de garotas em Las Vegas, com sua melhor amiga, Ryan. A sorte deve estar a favor de Spencer, porque o gostoso que tem chamado sua atenção na academia está no mesmo voo que elas para Las Vegas.
Spencer pode até ser chamada de antiquada, mas ela acredita que o cara deve dar o primeiro passo numa relação. Só que este gato não se aproximou dela ainda... até que eles têm uma dança extremamente quente em Las Vegas, que a faz questionar os motivos dele.
Será que seu gato, finalmente, falará com ela ou ele vai continuar com esse joguinho de flertar, que pode não dar em nada? E será que as situações do passado deles os impedirão de dar o próximo passo?
Apesar do que as pessoas dizem, nem tudo que acontece em Vegas fica em Vegas, especialmente quando você malha todos os dias, no mesmo horário e na mesma academia.
Spencer pode até ser chamada de antiquada, mas ela acredita que o cara deve dar o primeiro passo numa relação. Só que este gato não se aproximou dela ainda... até que eles têm uma dança extremamente quente em Las Vegas, que a faz questionar os motivos dele.
Será que seu gato, finalmente, falará com ela ou ele vai continuar com esse joguinho de flertar, que pode não dar em nada? E será que as situações do passado deles os impedirão de dar o próximo passo?
Apesar do que as pessoas dizem, nem tudo que acontece em Vegas fica em Vegas, especialmente quando você malha todos os dias, no mesmo horário e na mesma academia.


Resenha:
“Quando a vida te da limões, as pessoas te aconselham a fazer uma limonada. Bem, a vida me deu um limoeiro inteiro.”
"Tudo que eu preciso" é o primeiro volume da serie B&S escrita pela autora Kimberly Knight, um sucesso de vendas na Amazon, e publicada no Brasil pela editora Charme.

Antes de tudo, vamos explicar como esse “serie” funciona. Sim, serie entre aspas, pois na realidade se trata de uma trilogia composta por seis livros.  Ficou confuso? Eu explico. Os livros 1,2 e 3 são narrados em primeira pessoa pelo ponto de vista da Spencer, e a historia é concluída ai, no livro três da Spencer. Mas, existe os livros 1,5, 2,5 e 3,5, que narra os mesmo acontecimentos, só que pelo ponto de vista do Brandon. Deu para entender? Os três dela encerram a serie/trilogia, mas tem mais três dele.

Dito isso, vamos falar sobre o livro em si. Bem, a trama não foge a regra dos milhares e milhares de livros “hots” que estão pipocando por ai.E considerando que a autora é, assumidamente, mais uma das inspiradas em Cinquenta tons de cinza, vocês sabem bem o que esperar de tudo isso.

Spencer Marshall acabou de flagrar seu namorado transando com a secretaria em seu escritório. Como não podia deixar de ser, ela está furiosa e extremamente deprimida por tudo isso.
Ela divide o apartamento com sua melhor amiga, Ryan, que a propósito, namora a bastante tempo e tem um ótimo relacionamento.
Spencer também trabalha em uma empresa que mantem sites no ar, com portais para assuntos variados. Ela é uma das responsáveis que escreve no portal sobre vida saudável e fitness, e quando uma academia nova abre na cidade, a Club 24, Spencer recebe um passe livre de uma semana para desfrutar dos  benefícios do local e escrever uma matéria sobre em seu site. Mas o que ela não poderia imagina, é que durante uma de suas corridas na esteira um super gato apareceria na esteira ao lado, tirando totalmente a sua concentração.
"Olhei para a direita e foi quando o vi pela primeira vez. Tentando não ser pega em flagrante, o olhei com a visão periférica. É sempre uma vantagem ter um colírio próximo para admirar, quando você tem que fazer algo que não está afim.”
Mas mesmo com essa nova paquera com o gato da academia, que por sinal, não passou apenas de trocas de olhares e sorrisos, Spencer continua deprimida. A gota d’agua é quando Ryan também termina o seu relacionamento. Sendo assim, as duas fazem as mala e partem para um final de semana louco em Las Vegas. Mas o que Spencer não poderia imagina, é que seu misterioso gato da academia apareceria na mesma boate que elas e que iriam protagonizar uma cena e tanto na pista de dança.
"A música vibrava em minha cabeça. Seus braços em volta da minha cintura, por trás, me puxando contra ele. Eu podia sentir os músculos duros de seu peito encostado em minhas costas."
Devo confessar, esse livro me assustou um pouco a primeira olhada, a capa é um tanto sugestiva e me lembra bastante aquele romances de banca, do tipo bem safado, se é que vcs me entendem. E eu tive quase uma overdose desse gênero muito recentemente, emendei diversos, tanto dos Christina Lauren como os da Bella Andre, então, estava/estou um pouco saturada do gênero, que é só o que vemos nas prateleiras ultimamente.
 E assim, "Tudo o que eu preciso" é, infelizmente, mais do mesmo, não muito além do que já lemos diversas vezes.

Spencer está na fossa por causa da traição, conhece o cara gostosão na academia, seus hormônios enlouquecem, e quando encontra ele em Las Vegas as coisas saem do controle.
Mas quando ela volta para a cidade e descobre que ele é o dono da academia onde frequenta, as coisas começam a ficar mais serias. Eles logo engatam um namoro serio, cheio de sexo selvagem .  Spencer é a típica mocinha, tirando o fato que não faz o tipo virgenzinha inocente, mas se envolve facilmente e intensamente ao primeiro sorriso e se deslumbra facilmente também.Mas ao contrario da maioria, ela não possui nenhum drama, e muito menos síndrome de inferioridade,  é até bastante confiante e decidida.
O diferencial está no Brandon, que apesar de protagonizarem mais um romance erótico, não faz o tipo dominador, controlador, maníaco e afins. Ele é até bem comum e "humanizado". tirando o fato de que é podre de rico.
A escrita da autora é bem simples também, nada muito elaborado e bastante objetiva. O que eu não gostei foi os termos usados durante as descrições, principalmente nas cenas de sexo, uma linguagem chula e desnecessária. Não sei se isso é um excesso do tradutor ou se a autora realmente escreve deste modo. De qualquer forma, não me agrada.
Sobre a diagramação, eu achei bastante Charmosa, se me permitem o trocadilho, cheia de coraçõezinhos. A revisão está boa também, tem uma fonte agradável, mas, como eu falei lá em cima, a capa não é das melhores, me lembra muito esses romances vendidos em banca.
Enfim, não sei muito bem o que esperar dos próximos livros, considerando que ao final tudo se conclui de forma bem satisfatória, sem nenhuma ponta solta que sirva de gancho para o próximo livro. Na verdade, isso me assusta, pois provavelmente o que nos espera são mais dois livros só sobre o casamento e um monte de filhos.
É um típico livro sensual, não tem nada de novidade, mas é uma ótima leitura para passar o tempo. Aconselho a quem procura um livro simples e objetivo, mas ao mesmo tempo com aquela pitada de sensualidade e bastante romance.

Sobre a autora:

Kimberly Knight acaba de se mudar da Bay Area, na Califórnia para as montanhas, perto de um lago com o marido amoroso e seu gato mimado, Precious.
Em seu tempo livre, ela gosta de assistir seus programas de tv favoritos, jogar softball e jogar jogos de computadores. Mas na maior parte do seu tempo, se dedica a escrita e a leitura de romances e ficção erotica.

11 comentários:

  1. Realmente, originalidade passou longe desse livro. Se levantarmos uma pedra, brotarão milhares de livros com esse enredo. Acho que já deu! Outra coisa que me incomoda bastante é essa mania de lançar volumes contando a mesmas cenas, mas com outro ponto de vista diferente. Acho que isso poderia ser resolvido dividindo a narrativa no mesmo volume. Ainda bem que li essa resenha, pois vi que esse não vai rolar.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  2. Não vi até agora um livro hot que não tenha sido mais do mesmo, e esse é mais uma prova disso, por isso e muito mais não tenho vontade de ler algo desse gênero.
    Pelo menos a Spencer não é daquelas dramáticas.
    Ótima resenha! Um abraço, Geeh!

    ResponderExcluir
  3. Eu não sou muito fã desse gênero. Só vou ler algum livro assim se for em inglês, para aumentar o vocabulário, fora isso, não me interesso por livros assim, só se for um livro muito muito bom. Esse negócio de 6 livros, 3 de um ponto de vista, 3 de outro ponto de vista diferente, é interessante, mas é estranho, acho que se eu tivesse lido uma trilogia, não leria a outra, não a mesma história contada de forma diferente, a não ser que eu tivesse lido o 1, depois o 1,5, depois o 2, e assim sucessivamente.
    Não fiquei muito interessada no livro, e acho que não o lerei.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Não leio muito esse gênero mas só de ver por aí resenhas, lançamentos e afins eu já estou pra lá de cansada. É sempre mais do mesmo, assim como esse livro, não tem nada de novo.

    ResponderExcluir
  5. Olá, Geeh. Tudo bem?
    Sinceramente, esse é o tipo de livro que eu não leria; enredo clichê, uma linguagem chula desnecessária? Sinceramente, passo longe.
    E essa coisa de a mesma história sob a visão de um personagem diferente também não me agrada muito.
    Gostei da sua resenha porque está bem explicativa, mas não leria a obra.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de janeiro. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  6. Oi, Geeh.

    Não curto muito gênero hot, mas as vezes tantas pessoas falam bem que eu acabo lendo. Esse é um livro que aflora a minha curiosidade. Uma noite em Vegas e encontra um lindo da academia. Espero me envolver com a trama e aproveitar bem a leitura. Que nomes ao meu ver mais masculino para as meninas. kkkk' Fiquei confusa com a trilogia de 6 livros. kkkk' Não curto quando começam lançar o mesmo livro com o POV de outro personagem. Poderia dividir os POV em apenas um livro.

    Beijos.
    Visite: Paradise Books BR // Sorteio Fim de ano

    ResponderExcluir
  7. A trilogia/série me lembrou muito Beautiful Bastard, da Christina Lauren, que também segue essa disposição e organização. Acho sempre interessante conhecer a história no ponto de vista dos dois lados. Sou assumidamente preconceituosa com relação ao gênero hot, acho os livros e as tramas sempre muito parecidas, e na realidade não consegui ler nenhum título deste gênero até então. Mas as capas são sempre caprichadas, e esse não poderia ser diferente!

    ResponderExcluir
  8. Oi Geeh, tudo bom?
    Que pena que o livro não tem um diferencial, que ele é o que costumamos ver sempre, ele parece ser legal, mas não estou mega ansiosa para ler ele, se eu tiver a oportunidade pretendo ler, também estou dando um tempinho no gênero por isso nem quero pegar ele agora para ler.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  9. Linguagem chula? Não, não é para mim, definitivamente.
    Já não gosto desse estilo de livro, ainda mais com narrativa e descrições assim.

    ResponderExcluir
  10. Fico realmente tempos olhando para essa capa, e não me canso. Só pela capa, vejo um casal bem quente e cheio de paixão. Mas vamos ver pelo conteúdo. Nunca li nada da autora. Acho que ler pelo ponto de vista de Brandon, deve ser muito mais gostoso =}, rs. Imagino a cena do (gato) na esteira. Ei, eu também. Acabei me 'entochando' de new adults, que agora, nem estou lendo tanto. Spencer parece incrível. E gostei de a autora ser direta nas coisas e bem fluida.
    Beijos Geeh,
    ThayQ.
    http://leituras-insanas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Ah, sou apaixonada por essa capa.. Mas devo confessar que esperava mais do enredo! Achei a história um tanto clichê, e mesmo gostando de livros hots acho que acabei enjoando um pouco por ter tantas coisas repetitivas!
    Acho que irei gostar mais das versões na visão do Brandon, acho que protagonistas homens são sempre mais sinceros, rs!
    Bjs Geeh :*

    ResponderExcluir

Arquivo

© Livros de Elite - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Andréa Bistafa.
http://i.imgur.com/wVdPkwY.png