4


Resenha: Destrua-me - Livro 1.5 - Tahereh Mafi

Edição: 2
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581630298
Ano: 2013
Páginas: 84
Tradutor: Maria Angela Amorim de Paschoal
Adicione no "Orelha de Livro"
Compre AQUI - Ebook Gratuito
Sinopse: De volta à base e se recuperando de seu ferimento quase fatal, a Warner fará de tudo em seu poder para manter seus soldados em cheque e suprimir qualquer menção de uma rebelião no setor. Ainda que obcecado com Juliette, como sempre, a sua primeira prioridade é encontrá-la, trazê-la de volta, e dispor de Adam e Kenji, os dois traidores que ajudaram a sua fuga. Mas quando o pai de Warner, O Comandante Supremo do restabelecimento, chega para corrigir os erros de seu filho, é claro que ele tem muito planos diferentes para Juliette. Planos esses que Warner simplesmente não pode permitir.
Na sequencia de Estilhaça-me e antes de sua próxima sequencia, Liberta-me, Destrua-me é uma estoria contada a partir da perspectiva da Warner, o líder cruel do Setor 45.

Resenha:

"Ela é uma criatura meiga e mortal. Gentil, tímida e assustadora. Ela está completamente fora de controle e não tem ideia do que é capaz de fazer. E muito embora me odeie, não consigo deixar de estar fascinado por ela. Estou encantado pela sua pretensa inocência; até mesmo invejoso do poder que ela retém tão despretensiosamente. Queria tanto fazer parte do seu mundo. Quero saber o que se passa na sua mente, sentir o que ela sente. Deve ser um peso terrível de se carregar.
E agora, ela está solta lá fora, em algum lugar, liberta na sociedade.
Que belo desastre."
Pára o mundo que eu quero descer! hahahahaha
Demorei muito para dar continuação a esta série, não que eu não tenha gostado, amei Estilhaça-me e não via a hora de ler os próximos livros, mas não conseguia completar a trilogia logo. Só no final do ano passado que consegui comprar o último livro - Incendeia-me - e claro, consegui um tempinho para ler os contos e os dois livros restantes!


Destrua-me é um conto um pouco maior, possui 89 páginas narradas em primeira pessoa pelo temido Warner. Desde o primeiro livro, eu sabia que havia algo de diferente neste personagem, e neste conto descobrimos muitas coisas sobre ele. Ele também descobre várias coisas sobre Juliette e isso só o deixa mais fascinado por ela.

Warner é cruel por um motivo, ele foi criado assim, todos os seus sentidos são treinados para não ter sentimentos conflitantes, mas Juliette consegue vencer essa barreira no coração de Warner, e agora, ele terá que encontrá-la e protegê-la, pois um homem pior que ele quer matá-la!

"É estranho deter esse tipo de poder. Gostaria de saber se meu pai está orgulhoso do que criou. Ser capaz  de fazer  milhares de homens caírem de joelhos com apenas algumas palavras; apenas ao me ouvirem dizer o seu título. É o tipo de coisa horrorosa e viciante."
Que livro intenso! Eu ia fazer duas pequenas resenhas dos dois contos, este e Fragmenta-me, mas não consegui escrever pouco! A mente de Warner é algo para se estudar, ele é totalmente controverso, se culpa pelos erros que levaram a fuga de Juliette, mas sabe que fez certo ao colocá-la junto dele no setor 45. Não sei como essa relação vai terminar, mas Adam perdeu uns pontinhos comigo depois que li este livro! rsrsrsrs


Com uma escrita totalmente diferente, Tahereh mostra que sabe o que faz, em Estilhaça-me a narrativa ficou por conta de Juliette e mesmo tendo algum tempo que li, consegui perceber a diferença de narrativas. Warner é intenso, culpado, mas tem um bom coração (eu acho? rsrsrs). Juliette é inocente, não aceita seu poder, teme por qualquer um que chegue perto dela. Ambos são parecidos, mas só Warner sabe sobre essa diferença, o que deixa o livro mais encantador e o leitor doido para ler Liberta-me.

O livro não foca muito em outros assuntos que acompanham a distopia, como o estado do planeta, mas faz leves comentários. Isso foi muito explorado em Estilhaça-me e acredito que continue sendo explorado em Liberta-me. É mais como um diário de Warner, como ele se sente e o que ele passa. Enfim, para quem leu Estilhaça-me e ainda não leu Destrua-me, corre, porque o livro é bom demais!
"Essa garota está me destruindo. (...)
É claro que essa é a garota por quem eu iria me apaixonar.
Coloco a mão na boca.
Estou perdendo a cabeça."

Acompanhe as resenhas da Trilogia:



Avaliação:


Sobre a autora:


Ela tem 25 anos. Nasceu em uma cidadezinha de Connecticut e hoje mora em Orange County, California - onde bebe muita cafeína e acha o tempo muito perfeito para seu gosto. Quando não encontra um livro, ela pode ser vista lendo papéis de bala, cupons e receitas antigas. "Estilhaça-me" é seu livro de estreia e o primeiro de uma trilogia.


4 comentários:

  1. Ana, eu ainda não li nenhum livro da série e nem esse que é bem pequeno.
    Mas estou bastante interessada.
    Não imaginava que a narrativa seria feita por pessoas diferentes, mas gostei disso e vou querer ler.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de fevereiro. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  2. Eu tenho o primeiro livro mas ainda não li. Pensava que só tinham 3 livros, não sabia que tinha livro 1.5. Minha irmão leu Estilhaça-me e adorou, vive pedindo pra eu ler. Vou ler e depois vou correr pra ler Destrua-me, já que parece que é tão bom.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. ja ouvi as minhas amigas falando dessa serie, so que nao deu muita importancia, depois da resenha comecei a olhar essa trilogia com outros olhos.
    obrigada!

    ResponderExcluir
  4. Oi Ana..
    Só ouço elogios sobre as obras, especialmente este livro.
    Infelizmente não tive oportunidade de ler a trilogia. Mas gostei da resenha. quem sabem me animo.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Arquivo

© Livros de Elite - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Andréa Bistafa.
http://i.imgur.com/wVdPkwY.png