07 maio 2015

Resenha: A Rainha do Castelo de Ar - Trilogia Millennium, livro3 - Stieg Larsson

Desafio Literário Skoob 2015 - Abril: Pega na mentira!

Edição: 4
Editora: Compainha das Letras
ISBN: 9788535920024
Ano: 2011
Páginas: 685
Tradutor: Dorothée de Bruchard
Adicione no Skoob
Compre AQUI - R$ 18,50
Sinopse: Mikael Blomkvist está furioso. Furioso com o serviço secreto russo, que, para proteger um assassino, internou Lisbeth Salander - na época com apenas doze anos - num hospital psiquiátrico e depois deu um jeito de declará-la incapaz. Furioso com a polícia que agora quer indiciar Lisbeth por uma série de crimes que ela não cometeu. Furioso com a imprensa, que se compraz em pintar a moça como uma psicopata e lésbica satânica. Furioso com a promotoria pública, que pretende pedir que ela seja internada de novo, desta vez - ao que parece - para sempre.
Enquanto Lisbeth recupera-se, num hospital, de ferimentos que quase lhe tiraram a vida, Mikael procura conduzir uma investigação paralela que prove a inocência de sua amiga. Mas a jovem não fica parada, e muito mais do que uma chance para defender-se, ela quer uma oportunidade para dar o troco. Com a ajuda de Mikael, Lisbeth está muito perto de desmantelar um plano sórdido que durante anos articulou nos subterrâneos do Estado sueco, um complô em cujo centro está o pai dela, um perigoso espião russo que ela já tentou matar. Duas vezes.



Resenha:
"No fim das contas, o tema principal desta história não são nem os espiões nem os organismos secretos dentro do Estado, e sim a violência de todos os dias cometida contra as mulheres, e os homens que tornam isso possível."
Comecei a resenha com este quote porque é a mais pura verdade. Esta trilogia, apesar das mentiras, interversão do Estado, governo, espiões e assassinatos, trata como um todo, do que as mulheres sofreram e ainda sofrem nas mãos de homens por todo o mundo.
Quando comecei a ler esses livros, me senti roubada sabe? Eu lia o que acontecia e ficava chocada, pensando que poderia ser eu, uma amiga, uma das minhas irmãs.... o enredo é fantástico, mas a pesquisa que o autor fez para basear o enredo, é verídica.


Lisbeth é uma das personagens que mais amo na literatura. Porque? Ha, bem, ela é forte, apesar de pequena e miúda; sincera, só conversa com quem quer e quando quer; inteligente e não leva desaforo pra casa. Pode demorar o tempo que for, quem a machucar, pagará pelo que fez. E Lisbeth também não se preocupa só consigo mesma, durante os 3 livros, ela fez o que pode para ajudar todas as mulheres que, por algum motivo, foram machucadas, tanto fisicamente quanto mentalmente, por um homem.
"Em compensação, os livros de história são, em geral, bastante discretos sobre as guerreiras que atuaram como simples soldados, exercitando-se no manejo das armas, integrando os regimentos e participando das batalhas contra exércitos inimigos em condições idênticas às dos homens. Essas mulheres, contudo, sempre existiram. Praticamente nenhuma guerra foi travada sem alguma participação feminina."
Mikael é um personagem diferente de todos que já conheci. É um homem que respeita as mulheres, gosta mesmo (mesmoooo) das mulheres e tem uma queda por justiça. Ele é jornalista e fará de tudo para ajudar Lisbeth, porque agora, ela não poderá se defender sozinha.


Apesar de todo o enredo ser muito bem explicado, e as vezes cansativo, a Trilogia Millennium é uma obra prima, reúne contextos históricos e um enredo fascinante e crível. A narrativa é em terceira pessoa, e não se apega somente a um personagem, acompanhamos todos nos mínimos detalhes. Cheio de reviravoltas espetaculares e personagens fortes, esta trilogia é única e certamente, recomendada.
"Mikael sempre achara que ela não se vestia daquele jeito para seguir uma moda, e sim para marcar sua identidade. Lisbeth Salander demarcava seu território para que ele parecesse hostil. Ele sempre associara as tachas da jaqueta de couro de Lisbeth aos espinhos de um porco-espinho. Era o mesmo mecanismo de defesa. Era um sinal para os que a cercavam. Não tente me afagar. Vai doer."
Se você ainda não leu nenhum dos livros, não perca tempo, leia. Não se assuste com a quantidade de páginas, a história compensa! Comprei o box a um bom tempo, e já havia lido os dois primeiros livros e, por preguiça, havia desistido de ler o último volume, assisti ao filme sueco e fiquei feliz com o final, mas aproveitando o Desafio Literário Skoob, resolvi ler para saber se o filme foi fiel - e foi! Dentro do tempo que havia para contar a história em um filme, mas como sempre, algumas coisas foram trocadas e muitos dos personagens do livro, não apareceram no filme. Mesmo assim, o filme foi satisfatório, mas não deixe de ler a trilogia completa, é muito boa e realmente vale a pena! Super recomendado!



Leia as resenhas dos primeiros livros:




Avaliação:


Sobre o autor:


Stieg Larsson (1954-2004) foi fundador e editor-chefe da revista sueca Expo, que denuncia grupos neofascistas e racistas. Especialista na atuação das organizações de extrema direita em seu país, é coautor de Extremhögern, livro no qual põe o assunto em evidência. Morreu em sua casa, vítima de um ataque cardíaco, pouco depois de ter entregado os originais dos romances que compõem a trilogia Millennium.


5 comentários:

  1. Oi Ana! Eu tenho muita curiosidade sobre essa trilogia, mas sempre achei ele meio pesado e to adiando a leitura! Adorei a resenha! :)

    ResponderExcluir
  2. Olá, Ana.
    Eu sou louco para ler essa trilogia, então saber que você gostou me motiva bastante a encarar esses livros imensos. Sem falar que o fato de ele aparentar ter tudo o que eu gosto também motiva bastante.
    Pretendo ler em breve.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de maio. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  3. Uau, não imaginava que a pesquisa que o autor tinha feito para o enredo fosse verídica! O.o
    Depois de seus elogios pra trilogia estou louca pra ler, por ter um enredo fantástico e cheio de reviravoltas.
    Amei a resenha! Bjs, Ana <3

    ResponderExcluir
  4. Aquela vontade de te matar por ter abandonado essa trilogia um dia! UHASUHA
    Lisbeth é a melhor personagem feminina da minha estante, a Lisbeth é foda. O Stieg é mais foda por criar essa história maravilhosa, como você disse, uma obra prima.

    ResponderExcluir
  5. nao conheciaa a trilogia mais ja me encantei com os livros,e ja gostei do Mikael, adorei a resenha e se tudo de certo, vou ler em breve

    ResponderExcluir

Adptação e personalização por QueenG Design

Tema Base por Butlariz