8


Resenha: Dezoito Luas - Beautiful Creatures Livro 3 - Margaret Stohl e Kami Garcia

Desafio Literário Junho 2015 - Casais


Edição: 1
Editora: Galera Record
ISBN: 9788501099068
Ano: 2013
Páginas: 406
Tradutor: Regiane Winarski
Adicione no Skoob
Compre AQUI - R$ 21,63

Sinopse: Nesse novo romance, Ridley perdeu seus poderes, Link é um Incubus e as habilidades da família de Lena não andam muito acuradas. Nuvens de gafanhotos devoram todo o verde de Gatlin. Um calor sufocante deixa a grama marrom e os humores negros. Raios riscam o céu e tempestades assustam os animais. O equilíbrio está quebrado. Aparentemente, ao se Invocar Lena pode ter sido dado o pontapé inicial no Apocalipse.

Resenha:

Não, vcs não leram errado. Este livro é do Desafio Literário Skoob de Junho mesmo, eu que estou atrasada, como sempre! hihihihihihi

"O certo e o fácil nunca são a mesma coisa."



Então, vamos falar de Dezoito Luas, o terceiro livro da série Beautiful Creatures. A sinopse é pequena mas já conta muito sobre o enredo!
Quando li Dezesseis Luas, fiquei apaixonada por esse universo Conjurador criado pelas autoras, gostei ainda mais da narrativa ser feita por Ethan, um dos personagens principais. Para aqueles que assistiram ao filme e não gostaram: Leiam o livro, tenho certeza que vcs ficaram bravos como eu fiquei com esse filme esquisito! rsrsrsrsrrs
"Um milhão de pensamentos passaram pela minha cabeça. Que quando ela me olhou parecia que não havia mais ninguém no mundo. Que quando olhei pra ela, reparei em cada detalhe, enquanto todo o resto desapareceu. Que eu só era eu mesmo quando estávamos juntos."
Bem, em Dezoito Luas, a Ordem das coisas foi quebrada. Nada é como antes. Tudo está mudando e é para a pior. Eyhan e Lena ainda se amam loucamente, mas agora eles tem problemas maiores para se preocupar - Lena por ter quebrado o equilíbrio quando se invocou, Ethan perdeu uma parte preciosa de si mesmo, Link agora é o novo banbanban da escola e Gatlin está se deteriorando rapidamente.


Tá, vocês podem achar que é um livro bem juvenil e cheio de mimimi, mas gente, como eu gosto dessa série! Em cada livro eu encontro um personagem para odiar e depois acabo gostando dele no livro seguinte! kkkkk
Lena é uma protagonista que já me fez ter muitos ataques de "eu te odeio", mas neste volume, consegui vê-la com outros olhos, ver coo ela cresceu e amadureceu. Ethan continua o mesmo babaca, mas o amor que ele nutre por Lena e por sua família é lindo e acabo gostando dele por tabela....
Meu personagem preferido da série, Link, me deu trabalho neste livro.... Por causa de sua nova condição, achei ele muito metido. Acho também, que ele perdeu toda aquele jeito engraçado de ser, mas sua amizade com Ethan é maravilhosa de todos os pontos de vista!
"Eu sempre tivera esperanças de que as coisas fossem mudar na minha cidade, até elas começarem a mudar. Agora, queria que Gatlin voltasse a ser a cidade chata que tinha conhecido a vida toda. Do jeito que as coisas eram quando eu odiava o jeito como eram. Quando eu conseguia ver as coisas que iam acontecer, e nada acontecia, nunca."
A capa segue o mesmo parâmetro das anteriores e é linda! Encontrei alguns erros de revisão e falhas de impressão, fora isso, o livro está lindo. Os capítulos são marcados pelo dia e por títulos, agora estamos esperando a Décima Oitava Lua de alguém que só vamos saber mais pro meio do livro. Alguns personagens do livro anterior, continuam neste volume e teremos mais algumas perdas de cortar o coração.
A narrativa continua em primeira pessoa, pelo ponto de vista de Ethan, e eu até gosto de como ele conta a história, mas teve alguns momentos que senti falta da determinação dele. Alguns pontos ficaram arrastados, me fazendo ficar entediada. Sobre o final.... bem, PRECISO DESESPERADAMENTE DE DEZENOVE LUAS! rsrsrrsrsr


Sem mais, indico a série para todos que gostam de livros de fantasia juvenil. Não é um dos melhores que já li, mas é muito gostoso de ler e leve!
"Não havia muito a decidir. Não tanto quanto achei que haveria. Acho que algumas decisões são tomadas antes de você tomá-las."

Avaliação:



Sobre as autoras:


Kami cresceu fora de Washington DC, usava muito preto, e passava horas escrevendo poesia em cadernos espirais. Como uma menina de raízes do sul, ela sempre foi fascinada pela paranormalidade e acredita em muitas coisas "anormais" que as pessoas não fazem. Ela é muito supersticiosa e nunca dormi em um quarto com o número "13" na porta. Quando ela não está escrevendo, Kami geralmente pode ser encontrada assistindo filmes de desastres, ouvindo Soundgarden, ou bebendo Diet Coke. Kami tem mestrado em educação, e ensinou na área de Washington DC, até que ela se mudou para Los Angeles, onde ela era professora e especialista em leitura por 14 anos. Além de ensinar, Kami era um artista profissional e grupos liderados de livros de fantasias para crianças e adolescentes. Ela mora em Los Angeles com o marido, filho, filha, e seus cães Spike e Oz (em homenagem a personagens de Buffy the Vampire Slayer).



Aos 15 anos escrever fez ela entrar e sair de problemas assim como Lena. Escreveu e projetou muitos videogames populares, e é por isso que seus dois Beagles malvados se chamam Zelda e Kirby. Margaret se apaixonou por literatura americana em Amherst e Yale, fez mestrado em inglês em Standford e estudou escrita criativa.
Margaret adora viajar com suas filhas e atualmente mora em Santa Monica com seu marido também escritor.



8 comentários:

  1. Olá, Ana.
    Esse livro (a série também) me chama a atenção apenas pela capa e nada mais. A premissa em si não me cativa muito. rs Acho que não faz meu estilo literário, apesar de eu gostar de fantasia.
    Gostei de saber das perdas de cortar o coração. Sim, eu sou do tipo que adora personagem morrendo. haha

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de julho. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
  2. Oi Ana,
    Lembro de ter destacado essa frase também quando fiz a leitura (O certo e o fácil nunca são a mesma coisa). Li os 3 primeiros livros da série e adorei, mas com Dezoito Luas, decidi parar e não sei ao certo o motivo, pois eu adorei esse livro. Eu adoro Link também, haha, dei boas risadas com ele.
    Beijão, Tão doce e tão amarga.

    ResponderExcluir
  3. Olaaaa, tudo bem?
    Eu ainda não li nenhum livro da série, e confesso que não sinto nenhuma vontade de ler ele rsrsrs sei la, não me senti atraida, que bom que você gosta, quem sabe mais lá na frente eu dê uma chance aos livros.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ana!!
    Também não dispenso um bom juvenil, ainda que esse é de fantasia!! *-* Eu amo as capas dessa série, as edições são mesmo lindas.
    Muito boa a resenha! Bjo <3

    ResponderExcluir
  5. Ana!
    Além de gostar dos livros infantos juvenis, gosto demais de ficção fantasia e tenho certeza que irei gostar.
    Tenho Dezessete Luas aqui para leitura, mas meu Deus! Nem sei quando poderei ler...
    “O segredo é não correr atrás das borboletas... É cuidar do jardim para que elas venham até você.”(Mario Quintana)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe no nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  6. Gente eu li Dezesseis Luas ainda quando lançou mais ainda não tive a chance de ler a continuação o que me fez ficar nessa resenha meio que perdia porque não li o segundo ainda ¬¬ Mas tenho que admitir que vocês estava certa ao falar que pra quem gosta de infantis juvenis esse livro tem que está na lista obrigatória. Adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  7. Oiee
    Amei sua resenha mas provavelmente eu não vou começar a ler essa série.Vi o filme uma vez mas nem lembro direito o que acontecia.Já vi muitas pessoas falando bem sobre os livros mas falta aquele Q de curiosidade sabe,que faz tu criar coragem para ler todos os volumes.Fiquei meio perdida nos personagens,Link,Lena,Ethan, nem sei quem é quem kkk.Mas a capa está muito linda e combina perfeitamente com os outros livros.
    beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi Ana,
    Não posso falar muito porque não li nenhum livro da série, mas as capas sempre me chamaram atenção.
    Perdas de cortar o coração são sempre ruins, né? Que pena :/
    Beijo.

    Está rolando sorteio lá no blog, vem participar -> Choque Literário

    ResponderExcluir

Arquivo

© Livros de Elite - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Andréa Bistafa.
http://i.imgur.com/wVdPkwY.png