3


Resenha: Em Busca do Amuleto de Aloni - As Quatro Portas do Tesouro - E. Samuel

Edição: 1
Autor: E.Samuel
Serie: As Quatro Portas do Tesouro
Editora: Independente
ISBN: 9781496044013
Ano: 2014
Páginas: 235
Compre AQUI.
Adicione ao Skoob

Sinopse:
Daniel não imagina que depois de viver anos em uma metrópole, vai encontrar em uma pequena cidade, a grande aventura de sua vida! Juntamente com seus dois melhores amigos, Júlio e Marcelo, descobre a Mata do Anatema, cercada de lendas e mistérios.
Mas será possível que tudo o que falam sobre esse lugar seja verdade? Chegar um pouco mais perto não vai fazer mal nenhum... ou vai?
Uma aventura cheia de desafios, coragem, criaturas fantásticas e, principalmente, superação de limites!
“Em Busca do Amuleto de Aloni”, o primeiro livro da série “As Quatro Portas do Tesouro”, traz aos jovens leitores uma história bem humorada e cheia de emoção, aventuras e fantasia, que vai capturar a atenção de jovens e crianças de todas as idades.

Resenha:

 Então pessoal, alguns meses atrás a autora de “Em Busca do Amuleto de Aloni”, E. Samuel, nos procurou e me deu a oportunidade de conhecer este livro lindo. Confesso que de cara a capa me chamou atenção, e após ler a sinopse, eu já precisava do livro. Mas, o que realmente me intrigou foi a historia de vida da autora, uma brasileira publicando seu livro primeiramente fora do pais, sem contar que ela é a pessoa mais “multi funcional” que eu já tive noticia, escritora, engenheira, designer de jóias...Enfim, a autora já é instigante por si só, imagina o que ela pode criar? Este foi meu primeiro pensamento quando pesquisei sobre ela após o primeiro contato que tivemos. Aceitar esta parceria foi só conseqüência!

Em “Em busca do Amuleto de Aloni” vamos conhecer os três amigos aventureiros Daniel, Júlio e Marcelo, que vivem em uma pequena cidade do interior, onde as possibilidades de diversão são um pouco limitadas. E certo dia após a escola, os garotos resolvem se divertir aos arredores da famosa mata de Anatema, um lugar repleto de lendas e mistérios, que a maioria das pessoas teme se aproximar. Intrigados com todo esse mistério, os três resolvem buscar ajuda  com o avô de Marcelo, um dos moradores mais antigos da cidade, e também conhecido por saber de tudo que acontece dentro dela.
"Daniel olhou novamente para a floresta. Parecia que ela brotava no meio do nada, destoando de todo o resto da vegetação ao seu redor. Ele se virou e viu o olhar apreensivo dos amigos. Sorriu ao perceber que ali havia algum mistério, algo não estava certo. Sentiu os pelos dos braços se eriçarem."
O avô do menino então conta os boatos que correm a cidade sobre a famosa mata, lugar considerado mal assombrado pelos moradores. Reza a lenda de que quem lá adentra, nunca mais retorna, ou se retornar, retorna louco.  Todas as historias só servem para instigar a curiosidade dos garotos, que não satisfeitos ainda, resolvem recorrer a outra lenda da cidade para esclarecer mais algumas duvidas.
A Bruxa, como é chamada pelas crianças da cidade, é uma senhora de idade que vive em uma casa caindo aos pedaços em um lugar ermo. E é lá que eles finalmente ouvem a verdadeira lenda sobre a mata.
Segundo a velhinha,  muitos anos antes, um casal e seus filhos chegou a cidade. Sem ter onde morar, e nenhum dinheiro no bolso, a família recorreu a um dos moradores da cidade, que de bom grado cedeu uma velha casa nos fundos da sua para a família se abrigar. Algum tempo passou, e em meio as arrumações no casebre foi encontrado um antigo baú, e para a surpresa de todos, dentro continha diversos mapas. Depois de estudar, o pai descobriu se tratar de mapas de um tesouro escondido dentro da mata de Anatema. Depois desta descoberta, seu objetivo se tornou decifrar os mapas e encontrar o tesouro, e assim dar uma vida melhor para sua família. Mas, aos poucos essa ganância foi tomando conta e ele partiu em poucos dias, e tragicamente nunca mais retornou de sua aventura. Desolada e com os filhos para criar,  meses após sua partida, a esposa decidiu ir atrás de seu marido, e nunca mais ninguém teve noticias de nenhum dos dois.

A historia trágica e misteriosa deixa os meninos ainda mais curiosos a respeito da mata, principalmente Daniel, que logo convence os outros a partirem em uma aventura dentro da Mata de Anatema. O que será que realmente se esconde em meio aquelas arvores? É  isso que nosso trio de aventureiros vai tentar descobrir.
“- Calma, Marcelo!- falou Daniel, também cansado e se sentando ao lado de Júlio – Nós vamos sair daqui, é só uma questão de tempo, não podemos nos desesperar. Alguem vai achar a gente.”
O que eu posso afirmar com toda a certeza é que este livro me surpreendeu. Por mais que já tivesse com a expectativa lá no alto quando comecei a leitura, ele ainda conseguiu supera-las.
A autora também tem uma escrita maravilhosa, super fácil e simples, que te prende do inicio ao fim. Se precisasse fazer uma comparação, com toda certeza, eu a colocaria no nível Holly Black, sabe, com aquele modo de instigar o leitor, sem revelar o desfecho até o momento certo, sem contar é claro que teoricamente a historia deveria ser para o publico juvenil, mas que atinge qualquer idade. O livro também possui aventura, mistério e um mundo mágico que vai encantar o leitor, isso é certo.  Ele também não é um livro único, como o título indica, vamos ter provavelmente mais três, mas apesar disso, temos um desfecho para a historia dos nossos três heróis, então  não sei muito bem o que esperar dos próximos, mas garanto que estou bastante curiosa para conferir.
Este não é um livro grande, são apenas 235 paginas, o li em apenas dois dias depois que comecei, já que a soma da escrita cativante da autora e a sua capacidade de descrever tão detalhadamente casa cenário, nos faz realmente entrar na historia. A narrativa é feita em terceira pessoa, o que nos da uma maior perspectiva de todos os nossos personagens.

Sobre o livro físico, é um obra muito bonita e como foi publicado independente, não existe logo ou qualquer outra indicação de editora, como normalmente vemos por aqui. Ele também possui uma fonte agradável para leitura e uma diagramação bem simples, mas de qualidade. Já a capa, é o instigante como o historia, e da vida a uma passagem super importante durante a trama. O único ponto negativo, ao meu ver, é o fato de a capa ser no estilo “edição econômica”, sabe, sem aquela orelhinha, o que da uma aparência mais frágil e também dificulta o manuseio, já que eu sou uma pessoa totalmente neorotica com qualquer tipo de amassado em meus livro.
Enfim, este é um livro lindo, instigante e totalmente viciante. Se você curte uma boa aventura, não pode deixar de conferir!

Sobre o autor:

 E. Samuel nasceu na cidade de São Paulo em 1974. Seu gosto pela leitura começou cedo, quando por volta de oito anos de idade, leu seu primeiro livro. A partir daí, nunca mais parou e a leitura passou a ser uma parte constante de sua vida. Com cerca de 12 anos se enveredou em sua primeira aventura literária, onde escreveu seu primeiro conto, que no futuro daria origem ao que é hoje o livro “As Quatro Portas do Tesouro – Em Busca do Amuleto de Aloni”.
Aos 18 anos ingressou no curso de Engenharia Agrícola na UNICAMP, onde se formou em 1997. Morou em Campinas por alguns anos até voltar para São Paulo em 2001. Durante o período que esteve em São Paulo, começou a reescrever o seu conto de infância. Em 2002 mudou-se para o Canadá, onde viveu por 12 anos. Durante sua temporada no Canadá, E. Samuel fez o curso de “Advanced Fiction Writing” no “Centre for Extended Learning and Professional Development” da “University of Waterloo”.
Durante esses anos, E. Samuel continuou trabalhando em seus livros, além de ser colaboradora eventual em revistas e blogs brasileiros locais. Em 2014, lançou no Canadá e no Brasil o livro “Em Busca do Amuleto de Aloni”, o primeiro livro da série “As Quatro Portas do Tesouro”.
Atualmente, E. Samuel mora com seu marido e seus filhos no estado de New Jersey nos EUA.
"Escrever um livro não é fácil, agora, falar de mim, aí está uma tarefa difícil! Se eu tivesse que me definir em uma palavra, estaria perdida! Nem que minha vida dependesse disso, não conseguiria! Preciso de muitas, muitas palavras! E mesmo assim, elas tem que ser escritas com lápis, pois estão sempre mudando.Sou engenheira de formação, mãe de profissão, designer de jóias nas horas vagas e escritora de coração. Adoro tudo o que envolve criatividade, desde criar (e fazer do nada) uma peça de jóia, um desenho, até escrever uma história, ou um livro! Minha cabeça tem que estar sempre funcionando, inventando, imaginando!Mudo como o vento, a cada momento me envolvo com alguma coisa diferente. Mudo de casa, faço novos amigos, invento um novo negócio, mas algumas paixões sempre retornam e escrever é uma delas." ~ E. Samuel

3 comentários:

  1. Olá, Geeh.
    Conhecia a obra de capa, mas ainda não tinha lido uma resenha tão completa quanto a sua. Sem dúvidas, quero ler a obra!!!
    A premissa é muito boa e parece ser um juvenil repleto de aventura e fantasia. Sem falar que livro bem feito e com escrita leve é outro nível, né?
    Excelente resenha.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de agosto. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
  2. ja ouvi falar mt desse livro, essa capa nao eh facil de esquecer ushuashus, todos falam bem da ate vontade de ler, dps da sua resenha quero ler mais ainda, ja tinha adorado a sinopse e vc realmente conduz a pessoa a ler suhuashsau adoro escrita facill kk
    tonsdeleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Geeh!
    amo uma boa aventura infanto juvenil e não posso perder essa com aventura, mistério e um mundo mágico.
    A capa está fenomenal e fiquei também surpresa pela autora ser brasileira e estar lançando lá fora seu livro.
    Preciso conferir,
    Boa semaninha!!
    “A cada bela impressão que causamos, conquistamos um inimigo. Para ser popular é indispensável ser medíocre.”(Oscar Wilde)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe no nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir

Arquivo

© Livros de Elite - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Andréa Bistafa.
http://i.imgur.com/wVdPkwY.png