19 janeiro 2016

Resenha: Tentação ao Pôr do Sol - Lisa Kleypas.

Edição: 1
Editora: Arqueiro
Autor: Lisa Kleypas
Serie: Os Hathaways - Livro 3
Titulo Original: Tempt me at Twilight
ISBN: 9788580412345
Ano: 2014
Páginas: 272
Tradutor: Débora Isidoro
Adicione ao "Skoob"

Sinopse:
Poppy Hathaway está em Londres para sua terceira temporada de eventos sociais. Como nos dois anos anteriores, ela se hospedou com a família no hotel Rutledge. E, como nos dois anos anteriores, tudo indica que retornará a Hampshire sem ter encontrado um pretendente com quem se casar.
Apesar de ser extremamente bonita e gentil, Poppy tem duas grandes desvantagens em relação às outras moças: sua inteligência deixa muitos homens acuados e o fato de vir de uma família tão pouco convencional faz com que os melhores partidos nem sequer a abordem.
Mas o destino a coloca no caminho de Harry Rutledge, um homem de passado triste, que venceu na vida por conta própria e aprendeu a encarar tudo como um negócio. O dono do hotel não ama ninguém, confia em poucos e manipula todos. Porém, mesmo sendo tudo o que Poppy nunca almejou, ela não pode negar o fascínio que sente por ele.
Quando Harry conhece Poppy, é tomado pelo desejo. Ele imediatamente tem a certeza de que a jovem será sua – e, para o bem ou para o mal, não mede esforços para que isso aconteça.
Mas fascínio e desejo não serão suficientes para construir sua história, sobretudo quando uma traição põe em jogo as bases do relacionamento. Agora, é entre quatro paredes que eles tentarão resolver problemas e anular diferenças, num romance sensual em que seu futuro juntos pode mudar a cada toque, cada encontro, cada descoberta.
"Tentação ao Pôr do Sol" é o terceiro livro da serie "Os Hathaways", precedido por "Desejo à Meia-Noite" e "Sedução ao Amanhecer". Para conferir as resenhas já publicadas aqui no blog é só clicar nos respectivos nomes.

Resenha:

E então voltamos as raízes!! Sim, estou de volta aos meus amados romances de época, com nada menos que a sequencia da serie da nossa amada autora Lisa Kleypas, Os Hathways!!
Se vocês acompanham o blog já devem ter lido as duas resenhas dos primeiros livros.Se não, é só clicar nos links ali em cima e conferir. Eu realmente aconselho a fazer isso, já que ao contrario de algumas series que estão no mercado ultimamente, Os Hathaways são sim interligados, minimamente, mas um serve de gancho para o outro.

Em "Desejo à Meia – Noite" conhecemos Amelia, em "Sedução ao Amanhecer" a Winn  e neste, vamos acompanhar a irmã do meio dos Hathaways, Poppy!

Poppy Hathaway esta em Londres para sua terceira temporada de eventos sociais e até então, sua intenção de arrumar um marido tem sido um fracasso. Como a família não possui residencia fixa na cidade, mas  desde que Amelia se casou com Cam, eles se hospedam no requintado hotel Rutledge, que já serviu de residencia fixa para ele.

 Poppy Hathaway é dona de uma beleza invejável, mas, apesar dos conselhos e dedicação da governanta Srta. Marks, não possui nenhum trato social, é inteligente demais, fala demais e também não tem nenhum apego aos regras de etiqueta. Sem contar, é claro, que ela é uma Hathaway, uma família conhecida por sua excentricidade , que entrou para aristocracia por um erro do destino e do qual dois ciganos fazem parte, ou seja, Poppy nem chega a ser cogitada pelos bons partidos como possível esposa.
“Minha dama de companhia diz que não há problema em tomar parte dessas conversas em casa, mas me aconselha a não aparecer muito bem informada quando estiver em sociedade.. Isso costuma afastar pretendentes.”
No entanto, neste terceiro ano, Poppy parece ter despertado o interesse de alguém. Michael Bayning  é filho de um visconde, e herdará o título do pai quando chegar a hora. Ele e Poppy vem flertando um com o outro ao longo da temporada, e Michael já deixou claro seu interesse pela garota. Mas, um futuro visconde se casando com uma Hathaway? Este é o motivo de o romance deles ainda não ser publico. Mas, apesar dos pesares, Poppy Hathaway esta apaixonada e já prevê seu futuro como Sr. Michael Bayning.Só que o destino coloca outra pessoa no caminho de Poppy. 
Certo dia, perseguindo o furão de estimação de sua irmã mais nova pelos corredores do hotel Rutledge, ela acaba esbarrando com um fascinante rapaz. Dono de uma beleza de tirar o folego.  Harry Rutledge é dono do Hotel é uma figura no minimo excêntrica. Harry não faz parte da aristocracia, mas é tão rico quanto, só que são poucas as pessoas que realmente o conhecem, normalmente ele é apenas uma lenda, alguém comentado por todos, mas quase nunca visto.
''Ele era belo como Lúcifer, com sobrancelhas fortes, nariz reto e definido, boca larga. O ângulo do queixo era pronunciado, tenaz, ancorando os traços sombrios de um homem que talvez levasse tudo - inclusive ele mesmo um pouco a sério demais.''
Quando Harry e Poppy se conhecem uma conexão entre eles se estabelece instantaneamente. Ele se encanta pela beleza e inteligencia da garota e ela pelo ar de mistério que ele exala.

Mas Harry alem de conhecido, ele também é temido. Ao que todos sabem, Harry Rutledge coleciona inimigos, tem fama de manipulador, inescrupuloso e não mede esforços para conseguir o que quer. 

Como duas pessoas tão diferentes podem criar uma conexão tão forte e tão intensa em pouquíssimo tempo? Esse vai ser o dilema de Poppy Hathaway, que vai precisar escolher entre o certo e o duvidoso.
"Ela era cada impulso de bondade, altruísmo e generosidade que ele jamais teria. Ela era cada pensamento atencioso, cada gesto amoroso, cada momento de felicidade que nunca conheceria. Era cada noite de sono tranquilo que jamais poderia ter. Pelas leis de equilíbrio do Universo, Poppy havia sido posta no mundo para compensar Harry e sua maldade. E era por isso, provavelmente, que se sentia tão irresistivelmente atraído por ela: como duas forças magnéticas opostas."
Ai gente, eu sou suspeita para falar sobre esse gênero, como vocês bem sabem, a ultima leitura é sempre a melhor. Mas, devo confessar, esse volume é de longe o melhor da serie Os Hathaways. Que Cam e Kev me perdoem, mas ninguém se iguala a Harry Rutledge.
Harry é o antagonista perfeitamente imperfeito. Normalmente temos no romance de época, apesar dos pesares, o mocinho estereotipado, por mais que as autores tentem inovar, como é caso de Lisa Kleypas, que usou nos primeiros livros os ciganos, dando um ar inovador a trama. Mas, mesmo assim, sempre fica aquele gostinho de irrealidade. Com Harry isso não acontece, ele é, com certeza, o vilão da trama, alem de manipulador, inconstante , autoritário e dono da verdade. E o melhor de tudo: Ele sabe disso, e gosta da fama que tem! Mas, a complexidade do personagem não fica só por ai, existe a bagagem emocional que foi atribuída a ele, o trauma de infância e os fantasmas de seu passado dentro da família Rutledge. Resumindo: Harry é real. Os sentimentos e as reações dele  são humanas, por mais que não sejam louváveis.  Mas, ele não é de todo ruim,em contraponto ele é leal e honrado, e também bastante intenso.

Poppy é a melhor dos Hathaways, até então. Primeiro tivemos a intempestiva Amelia, e depois a submissa  Winn e agora temos a tenaz Poppy, uma garota que não mede esforços para conseguir o que quer e não desiste fácil. Ambos os protagonistas fazem o tipo do qual você consegue amar e sofrer junto, experimentando as mesmas sensações que eles.

Este livro com toda certeza  entrou para os meus favoritos, a trama desenvolvida por Lisa Kleypas é envolvente e encantadora. É perceptível a evolução da escrita da autora, criando personagens tão perfeitamente imperfeitos que fazem o leitor delirar de emoção. 

O livro também é repleto de reviravoltas e não fica focado apenas no romance. Segredos vão ser revelados ao longo de "Tentação ao Pôr do Sol", segredos que vão servir de gancho para o próximo volume, mantendo esse ar de mistério que paira no ar durante toda a trama.

A narrativa é feita em terceira pessoa, como quase todos os romances de época, e mantem o padrão da serie.  Em grande parte dos capítulos o ponto de vista vai ser alternado entre Poppy e Harry. Mas, vamos ter alguns momento que retornamos ao convívio  com personagens já conhecido, como também alguns que não conhecemos muito. Prepare-se!!
 
Sobre o livro físico, assim como os anteriores da serie, a editora Arqueiro optou por deixar o glamour apenas para as capas, que são estonteantes, e apostando em uma diagramação mais simples, já que os capítulos não começam em inícios de paginas, eles seguem em sequencia ao ultimo, apenas enumerados. A revisão é perfeita, sem erros aparentes, com uma fonte agradável e o miolo é de paginas amareladas.
"Um homem complexo, impressionante, determinado. Não era incapaz de amar… de jeito nenhum. Só precisava aprender como."
 
Sobre o autor:

Depois de se formar na Universidade de Wellesley em Ciências Políticas, publicou seu primeiro romance aos vinte e um anos de idade. Em 1985, ela foi nomeada Miss Massachusetts e competiu o Miss America, em Atlantic City. Lisa está casada e tem dois filhos.
Em sua página na web, a autora conta: "Comecei a escrever romances porque sempre amei lê-los. Indiscutivelmente, fui uma nerd durante toda a escola primária e, mesmo "florescendo" na secundária, acredite, a nerd interior ainda estava aqui. Nunca pude imaginar um tempo melhor aproveitado do que lendo um livro, e este amor pela leitura, com o tempo, se traduziu num profundo desejo de escrever um."

5 comentários:

  1. Olá, Geeh.
    Romance de época não me chama tanto a atenção, infelizmente. Geralmente, acho bobinho e clichê, mas fico feliz que tenha te agradado.
    Gostei do personagem Harry; parece ser o tipo de protagonista que me agrada, principalmente por não ser exatamente o padrão da sociedade.
    Ótima resenha.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do top comentarista de janeiro. Serão dois vencedores!

    ResponderExcluir
  2. Olá, estou seguindo seu blog e acabei de criar o meu, gostaria de te convidar para visitar e se quiser seguir também.
    http://leitoresapx.blogspot.com.br/
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Oi Geeh, tudo bem? Gostei muito da sua resenha, ainda não li nenhum livro de época, mas quero muito ler, e a premissa desse parece ser bem interessante!
    Vou ler algum para o desafio literário que estou participando esse ano, quem sabe não seja esse né?

    Adorei o Blog e já estou seguindo, te convido a visitar o meu!
    Beijos,
    Ana | Blog Entre Páginas
    www.entrepaginasblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Geeh! Depois que li O Duque e Eu, me apaixonei por romance de Época. E essa série Hathaways está na minha lista faz tempo. Amei a premissa do livro e sei que certamente vou me encantar por esses personagens.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  5. Já tentei gostar de romances de época mas realmente não consigo, e apesar de ter achado a sua resenha otima, assim como os pontos positivos do livro ele não me interessou por não ser o meu genero.

    ResponderExcluir

Adptação e personalização por QueenG Design

Tema Base por Butlariz