4


Resenha: 4 Semanas de Prazer - Julianna Costa


Edição: 1
Editora: Universo dos Livros
ISBN: 9788579307263
Ano: 2014
Páginas: 496
Compre: Amazon / Extra
Sinopse: Depois do sucesso de 23 noites de prazer, a autora best-seller Julianna Costa lança seu segundo romance, que é ainda mais sensual e apaixonante.
Dominique Thoen é uma advogada competente e ambiciosa, uma mulher independente que não guarda espaço na sua vida para relacionamentos de qualquer tipo. A raiva que nutre pelo seu colega de trabalho, Gregory Holt, se compara apenas ao desejo secreto que sente por ele. Uma sequência de desventuras, no entanto, leva Gregory a filmar Dominique em um momento íntimo e, no ímpeto de ensinar uma lição àquela mulher impiedosa, ele a chantageia.
Dominique vai aprender a aceitar o desejo insuportável que sente por Gregory sem saber que, do outro lado, ele trava uma batalha idêntica. Juntos vão se aventurar por uma relação sensual, provocante e cada vez mais quente.



4 Semanas de Prazer é o terceiro livro que leio da autora nacional Julianna Costa. O primeiro foi Agnus Dei, um livro de vampiros, fantasia pura e sensual. O segundo foi 23 Noites de Prazer, o primeiro erótico lançado pela autora. Gostei tanto dos dois livros, que comecei a me desesperar quando ela lançava mais livros e eu não conseguia comprá-los e lê-los! rsrsrsrs
Ganhei 4 Semanas de Prazer e fiquei doida para lê-lo logo e depois de finalizada a leitura, só tenho a agradecer essa escritora incrível por nos presentear com suas histórias quentes, safadas e muito bem escritas!
"Até que, um dia, estava lendo algo do Oscar Wilde - ou algo sobre Oscar Wilde -e, de forma simples, ele consegui traduzir meu sentimento perfeitamente: "Tudo no mundo tem a ver com sexo. Menos sexo. Sexo tem a ver com poder."
Era isso que me encantava. Era isso que me seduzia."
Ao contrário do que o título induz, este não é uma continuação de 23 Noites de Prazer. Aqui, vamos conhecer Dominique Thoen e Gregory Holt, duas pessoas que vivem em pé de guerra, literalmente. Os dois são advogados, trabalham juntos, e a história que os envolve começa quanto Greg consegue um emprego do outro lado do mundo. Ele vai se mudar e nunca conseguiu o que queria: dobrar Dominique.


Dom é uma mulher gostosa e sabe disso. Gosta de sexo e não suporta relacionamentos. Tudo o que ela tem, conseguiu com muito esforço e dedicação. É conhecida como uma megera, pois não leva desaforo para casa e tem uma língua ferina. Dominique é o tipo de mulher que as mulheres odeiam por ser confiante demais, e que os homens sonham em levar para a cama, mas raramente conseguem, pois essa mulher é terrível mesmo! rsrsrsrsrs
"Faria dela minha pequena missão de redenção pelos meus erros do passado. Não importaria quanta merda eu tivesse feito na vida, não é? Quero dizer... Se eu conseguisse fazer o demônio Thoen ser uma pessoa melhor, meu karma teria que se equilibrar mais uma vez."
Greg é gentil, faz amizades facilmente. Um perfeito mocinho de livros românticos. O que Dom não imagina é que ele é doido por ela. E Greg também não imagina, que Dom é doida para transar com ele....
Mas... esses dois terão 4 semanas para se entender e deixar as coisas acontecerem, será que mesmo com toda a teimosia de ambas as partes eles vão se acertar? Será que Dominique tem coração a ponto de se apaixonar por Greg???? É... a coisa esquenta viu! E como!!!! <3
"Ah, danem-se todos. Quando um homem tem tesão e vai atrás de uma mulher ele é um garanhão, um espécime exemplar do gênero masculino. Quando a mulher faz a mesma coisa é uma vadia arrogante. Sabe o que eu odeio? Odeio ser chamada de vadia arrogante por admitir fazer coisas que todo mundo faz sem admitir."
O que eu mais gosto nos livros da Ju é a capacidade que ela tem de colocar drama, comédia e erotismo em um único livro. A escrita dela é gostosa e em nenhum momento a autora precisou usar palavras grosseiras para descrever uma cena de sexo. Confesso que o enredo em 23NdP é mais engraçado e cheio de reviravoltas, por isso, ele ainda continua sendo meu livro preferido, mas 4 SdP me ganhou pela simplicidade do enredo e a teimosia dos personagens.


Como vocês sabem, só leio esse gênero de autores que eu já li algo e que eu tenha gostado. Me perdoe os demais, mas a Julianna está no topo da lista. Seus livros são incrivelmente leves (mesmo com as cenas de sexo), engraçados e com personagens que nos fazem querer nunca mais esquecer.

Outro ponto positivo da obra, são as referências literárias e de séries que a autora introduziu na obra. Dom e Greg são os geeks mais fofos do mundo. Um completa o outro. E nos começos dos capítulos, temos frases do filme épico "E o Vento Levou", o que deu um chame a mais para a obra. Os diálogos escolhidos pela autora para intitular os capítulos são simples e cheios de significados.
"Tive pouquíssimos amigos na minha vida, mas Andy conseguia ser a mais inesperada. Ela me odiava, ou pelo menos tinha me odiado. E foi bastante recíproco. Mas agora, estava usando sua casa como refúgio e estava sendo bem-vinda."
Apesar das cenas de sexo explícito, que aliás, gostei muito de ler e achei que foram muito bem descritas, não temos só isso no enredo. Há toda uma história por trás dos personagens que nos faz querer descobrir seus segredos e ajudá-los a superarem seus medos. Gosto de livros assim, que trás um enredo forte, sem mimimi e sem cenas desnecessárias.
"Acho que era essa a diferença. Em minha vida inteira, eu estava acostumada a transar, a foder pesado ou a deixar que um cara me comesse. Acho que aquela foi a primeira vez que eu fiz amor."
A narrativa é em primeira pessoa, pelo ponto de vista dos personagens principais: Dom e Greg. Com Dom, conhecemos a megera no corpo da mulher sensual que ela é. Sabemos sobre sua origem e o que a levou a ser o jeito que é. Sua evolução durante a leitura é palpável e linda de se ler.
Com Greg já foi um pouco diferente. Ele é mais receptivo e tem pouco a esconder, mas também guarda segredos de um passado sofrido e também cresce muito durante a leitura.
Não posso deixar de mencionar os personagens secundários.... gente, essa mulher consegue dar destaque até para um cachorro!!!! rsrsrsrsr (Quero um Max pra mim! u.u)
Destaco aqui Andy, Rick e Shelby. Personagens que me cativaram, muito bem construídos e com sua carga de sentimentos para o livro fluir e não nos deixar largá-lo até terminar.
A capa é linda demais! Trás uma sensualidade escondida. O livro físico está lindo também: Os capítulos são numerados, as letras em tamanho confortável para a leitura e bom espaçamento. Apesar do número de páginas, garanto que a leitura flui e você não vê as páginas passando. Parabénizo a edita pelo cuidado com o exemplar, está impecável, não encontrei nenhum erro de revisão e a diagramação, apesar de simples, é bem feita.


Um ponto negativo: Senti falta de uma ambientação para o enredo. Acho que este é o primeiro livro que a autora não coloca um país, ou cidade específica para seus personagens. Gostei tanto de conhecer Amsterdã em 23 Noites de Prazer, que fiquei desejosa de uma cidade para este livro também. Mas diferentemente do livro anterior, neste volume não precisamos saber em qual lugar do mapa os personagens estão. Mesmo assim, isso não diminui meu apreço pela obra.
"Ela tinha celulite. Tinha estria. Tinha marcas no corpo como qualquer mulher. E isso não diminuia em nada aquela delícia de bunda. Não era um corpo perfeito e imaculado. Mas aquelas imperfeições eram a parte mais sedutora. Deixavam claro que ela não era parte de alguma fantasia inatingível. Ela era real e estava bem ali, a poucos passos de mim."
Então povo lindo do meu coração! Convido vocês a conhecer este livro maravilhoso! Para que gosta do gênero, é um prato cheio! Vale a pena dar uma chance! Venha rir muito com Dominique e sua língua afiada! Tenho certeza que ela vai te conquistar de todos os jeitos possíveis!


Avaliação:


Sobre a autora:


Nasceu em 06 de maio, em Recife. Em 2011, aos 22 anos publicou seu romance de estréia: "Agnus Dei". O primeiro livro da série "A Idade do Sangue".
Em 2014, lançou o romance erótico "23 Noites de Prazer" pela editora Universo dos Livros.




4 comentários:

  1. Não sou muito de livros eróticos (na verdade, eu nunca li nenhum hahah), mas acho a premissa desse ai super inovadora, rs.

    Mago e Vidro
    | Sorteio DamnedGirls | NOVE livros pra você!

    ResponderExcluir
  2. Olá, Ana.
    Não sou muito fã de livros eróticos, como você sabe, mas esse já sai na frente dos demais porque a protagonista é forte, decidida e não é tapada. Detesto aquelas protagonistas lesadas típicas de romante hot. haha
    Gosto quando o enredo é ambientado em uma cidade. Mas o fato de não ser não me desanimaria da leitura.
    Talvez eu acabe conferindo a obra.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de reinauguração. Serão quatro vencedores!

    ResponderExcluir
  3. Gosto de livros hot desde que tenha uma historia envolvida e não só fica no sexo, esse parece ter. Gostei da protagonista ser forte e não aquelas que os homens fazem o que quer rs.

    ResponderExcluir
  4. Já falei varias vezes aqui no seu blog mesmo que não sou muito fã de erótico, mas até que você conseguiu me convencer Ana!
    Olhando pra capa eu diria que a história é puro sexo, mas já que você diz que é legal e não é tão focada assim, acho que eu daria uma chance.
    beijo

    ResponderExcluir

Arquivo

© Livros de Elite - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Andréa Bistafa.
http://i.imgur.com/wVdPkwY.png