8


Resenha: Caminho das Sombras (Anjo da Noite #1) - Brent Weeks

Edição: 1
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580415100
Ano: 2016
Páginas: 432
Tradutor: Fernanda Abreu

Livro cedido em parceria com a editora
Sinopse: Para Durzo Blint, matar é uma arte... e ele é o artista mais talentoso da cidade. Temido por muitos, Durzo é uma lenda viva com as mãos manchadas de sangue e nenhuma culpa pelas vítimas que deixa pelo caminho.
Esse mundo sombrio também não é novidade para o jovem Azoth. Sobrevivendo entre becos sujos, ele aprendeu que a esperança é uma piada. Pelas regras das guildas, crianças são agredidas e surradas todos os dias.
Tentar contestar essa realidade seria um risco alto demais. Mas quando a morte se torna questão de tempo para ele e seus amigos, Azoth se vê forçado a vencer o medo e agarrar a chance de virar um derramador, um assassino. Ele precisa se tornar discípulo de Durzo Blint.
Para ser aceito, o garoto abandona sua antiga vida e abraça uma nova identidade. Ao se tornar Kylar Stern, ele aprenderá a transitar no mundo dos nobres, sobreviver às magias de seus inimigos e cultivar uma amizade muito especial: a da escuridão.




Quando solicitei este livro para a editora, confesso que a capa e sinopse me deixaram intrigada, sem saber o que pensar sobre a obra.
Comecei minha leitura despretensiosamente, esperando que o livro me pegasse de jeito. Qual foi minha surpresa quando não consegui desgrudar das páginas e a cada virada de folha, meu coração batia mais acelerado, clamando por mais!
"Nas Tocas, a crueldade andava de mãos dadas com a pobreza e a raiva."
Caminho das Sombras é o primeiro livro do autor, este é o primeiro volume da série Anjo da Noite e nele, vamos conhecer Durzo Blint que, como a sinopse diz, é um assassino, mas não qualquer assassino, Blint é o melhor de todos.
Blint não sente culpa pelos assassinatos que cometeu e ainda comete: ele tem um lema de vida um tanto duvidoso. Mas não deixa de ser uma boa pessoa por isso.
A vida não é justa com ele e o mesmo acontece com Azoth, um garoto órfão que vive nas ruas, apanhando e fazendo o possível para sobreviver.


Azoth é um garoto inteligente, que tem um enorme coração. Vive no limite da existência e quer a todo custo parar de ter medo: não quer sentir medo de Rato, o chefe da guilda onde ele "mora", não quer temer ninguém, e para isso acontecer, Azoth tentará a todo custo, ser aceito como aprendiz por Durzo. O que não será fácil, já que seu primeiro teste é matar quem lhe põe mais medo.
"No início eram só palavrões e surras. Azoth não conseguia fazer nada direito. Mas palavrões eram apenas ar, e surras apenas dores passageiras. Blint jamais o deixaria aleijado. Caso decidisse matá-lo, entretanto, não haveria nada que o menino pudesse fazer para impedir."
Apesar de ser uma fantasia, com magia, bruxos e magos, Caminho das Sombras também trás uma realidade abrasadora: a situação política cheia de traições e mentiras, um governo que só pensa em si mesmo, pessoas que fazem de tudo para conseguir seu sustento e uma parte da vida das crianças que moram nas ruas. Azoth cresceu pelos becos escuros, sempre desejou uma realidade diferente, mas nunca conseguiu conquistá-la. Depois que passa a ser aprendiz de Durzo, ficamos fascinados junto com ele com todas as coisas que ele descobre e aprende. É uma parte significativa da história, que abre nossos olhos e nos deixam com vontade de saber se toda a inocência desse garoto, continuará assim, depois que ele se tornar um derramador.


A cronologia do enredo é rápida. Durante poucas páginas, vemos Azoth se desenvolver e se adaptar à nobreza de que agora faz parte. Chamado agora de Kylar Stern, Azoth largou tudo e todos que conhecia para entrar para um mundo novo. Blint ameaça matá-lo de todas as formas, mas Kylar é forte e aprende rápido. A única pessoa que não consegue deixar de ver é Menina-Boneca, uma antiga amiga que ganha pouco a pouco, espaço no coração sombrio do nosso anti-herói.
"Kylar agora era um derramador no sentido pleno da palavra. Perguntou-se o que Blint diria se o visse. Havia alcançado seu sonho da vida inteira e não poderia estar mais infeliz."
Durante toda minha leitura, me peguei imaginando todos os finais possíveis para este livro, mas confesso que mesmo com minhas ideias mirabolantes, o enredo conseguiu me surpreender e me deixar animada para ler os demais livros. A escrita do autor é gostosa, descritiva e cheia de ação. Adoro livros assim, com sangue parecendo espirrar das páginas! Adorei a forma como o autor descreveu as lutas e as mortes!
O que me incomodou um pouco foi a falta de explicação sobre a realidade em que os personagens vivem. Me senti lendo um fantasia urbana com traços medievais. Cenária, que é o reino onde a história se passa é pouco descrita e isso só me deixou mais curiosa.


A narrativa é em terceira pessoa e acompanha todos os personagens essenciais para a trama se desenvolver. A capa é linda e condiz com o enredo apresentado, nos deixando com a sensação de que podemos ver Kylar e Blint se esgueirando pelas sombras. Também gostei muito dos personagens secundários que trouxeram uma grande carga emocional e atrativa para o enredo, devo mencionar aqui uma das personagens que mais gostei: Mama K.
"Quem era Kylar para matar um lenda?"
Do mais, só tenho a indicar a obra, gostei muito de conhecer essa história e estou bem curiosa para os próximos volumes; muitas pontas ficaram soltas e perguntas sem serem respondidas. A edição está maravilhosa como é típico da editora, sem erros aparentes e letras em tamanho confortável para a leitura.


Avaliação:


Sobre o autor:






Nascido e criado em Montana, Brent Weeks escrevia suas ideias em guardanapos de bar e no seu caderno de professor. Muitos anos e milhares de páginas depois, embarcou na carreira de seus sonhos. Caminho das sombras é a sua estreia literária. Atualmente mora no Oregon com a esposa, Kristi, e a filha.








8 comentários:

  1. Confesso que esse livro não me chamou muito a atenção quando o vi nos lançamentos.
    Achei a capa linda, a sinopse interessante, mas nada que me fizesse desejar ler a obra.
    Mas agora fiquei mega curiosa após conhecer melhor o enredo. Gosto de fantasias medievais e ter um anti-herói como protagonista faz a trama se tornar mais interessante.
    Fiquei curiosa e quero ler, mas não tenho tanta pressa assim. Posso esperar o lançamento dos livros seguintes.

    ResponderExcluir
  2. Ana, eu amei a capa desse livro, a premissa me conquistou já em seu lançamento e sua resenha me deixou ainda mais curiosa com relação á política, fantasia e principalmente, sobre o personagem principal, Durzo Blint. Adoro quando os autores exploram a natureza dos personagens, tornando-o um anti-herói.
    Enfim, gostei na narrativa e espero ler Caminho das Sombras em breve.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Fantasia, narração em terceira pessoa, política e assassinatos? Tudo em um livro só?! Esse livro foi feito para mim. rs
    Bom perceber que o autor alcançou um nível tão bom logo na primeira obra.
    Excelente resenha.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de junho. Serão quatro livros e dois vencedores!

    ResponderExcluir
  4. Este livro esta na minha lista de compras, gosto desse mundo misterioso que envolve os magos. Já gostei de Azoth ele cresce e aprende com o decorrer das páginas muito bom isso, fiquei intrigada porque Blint quer matá-lo. Quem sabe a falta de exploração de onde vivem os personagens venha no próximo volume.

    ResponderExcluir
  5. eu quero muito ler esse livro!!!
    amo livros de fantasia e agora sabendo q ainda tem toda uma trama politica e traição no meio foi q eu fiquei desesperada para ler
    a única coisa q eu não gostei é q lá vou eu iniciar mais uma série

    ResponderExcluir
  6. Oi!!

    Minha nossa esse livro parece ser maravilhoso.
    Caminho das sombras, pelo que foi descrito na resenha tem tudo para ser minha próxima leitura.
    Os personagens parecem ser bem fortes e bem desenvolvidos, o enredo parece fluído, e eu gostei bastante da sinopse e da capa.
    Gosto muito de livros de aventura.
    Boa Tarde.

    ResponderExcluir
  7. Confesso que sua resenha me deixou curiosa quanto ao livro, olhando a capa e a sinopse eu não estava dando muita bola para o livro, mais agora fiquei curiosa para lê-lo.

    ResponderExcluir
  8. Oi.
    Amei sua resenha, perfeita! Ainda não li esse livro, mas já estava adicionado a minhas futuras leituras. Gosto muito desse gênero literário e agora, depois de ler sua resenha, mais ansiosa fiquei para ler! E que venham os outros livros da série, tão bons quanto esse. Beijos.

    ResponderExcluir

Arquivo

© Livros de Elite - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Andréa Bistafa.
http://i.imgur.com/wVdPkwY.png