7


Resenha: Simplesmente Ana - Marina Carvalho

Edição: 1
Autora: Marina Carvalho
Editora: Novo Conceito.
Selo : Novas Paginas
ISBN: 9788581631554
Ano: 2013
Páginas: 304

Sinopse:
Imagine que você descobre que seu pai é um rei. Isso mesmo, um rei de verdade em um país no sudeste da Europa. E o rei quer levá-la com ele para assumir seu verdadeiro lugar de herdeira e futura rainha… Foi o que aconteceu com Ana. Pega de surpresa pela informação de sua origem real, Ana agora vai ter que decidir entre ficar no Brasil ou mudar-se para Krósvia e viver em um país distante tendo como companhia somente o pai, os criados e o insuportável Alex. Mudar-se para Krósvia pode ser tentador — deve ser ótimo viver em um lugar como aquele e, quem sabe, vir a tornar-se rainha —, mas ela sabe que não pode contar com o pai o tempo todo, afinal ele é um rei bastante ocupado. E sabe também que Alex, o rapaz que é praticamente seu tutor em Krósvia, não fará nenhuma gentileza para que ela se sinta melhor naquele país estrangeiro. A não ser… A não ser que Alex não seja esta pessoa tão irascível e que príncipes encantados existam. Simplesmente Ana é assim: um livro divertido, capaz de nos fazer sonhar, mas que — ao mesmo tempo — nos lembra das provas que temos que passar para chegar à vida adulta.


Resenha:
"Um conto de fadas como toda garota sonha viver: Lindo, romantico e cheio de fantasias realizadas."
Simplesmente Ana é simplesmente puro chick-lit e clichê, exatamente do jeito que eu gosto!
Inicialmente vc tem a impressão de estar relendo "O diário da princesa" da Meg Cabot, todo se desenvolve de modo super parecido,inclusive a princesa Mia é citada na historia, mas aos poucos o enredo vai se desenvolvendo e criando a sua própria trama, que por sinal é suuper linda e envolvente.
Ana é uma garota simples e comum de 20 anos, estudante de direito e estagiaria, mora com a mãe e nunca conheceu seu pai, que as abandonou antes mesmo de ela nascer.
Certo dia ao verificar a sua pagina no facebook, ela tem uma grande surpresa esperando no seu mural de recados. "Desculpa, mas acho que sou seu pai", apenas essa frase, um nome e uma foto! Ana fica completamente chocada, mas resolve responder, e ai que toda a verdade sobre a sua origem vem a tona.
Andrej Markov, seu pai, não somente, não as abandonou  como também é o rei da Krosvia.Sua mãe, quando estudou em Londres conheceu seu pai, e com medo de comprometer o seu reinado por ter uma filha ilegitima, o deixou e nunca revelou que estava gravida.
"-Filha, quero fazer tudo por você, tudo que estiver ao meu alcance - disse meu pai, com emoção. - Posso ter perdido20 anos de convivência  com você, mas não quero perder nada mais daqui pra frente."
Descobrir quem é seu pai já deveria ser uma mudança é tanto na vida de Ana, descobrir que ele é um rei, já é algo irreal, mas ele ainda quer que ela passe algum tempo em seu país, para conhecer e ser apresentada como a princesa e sucessora ao trono, isso sim é totalmente louco.Para isso, Ana precisa abandonar toda a sua vida no Brasil, incluindo família e amigos, mas ela decidi tentar e tirar ferias com seu pai.
Chegando lá,Ana passa a ter uma vida completamente diferente, enfrentando problemas que nunca sonhou que poderia ter.Coberta de luxo e vivendo em um lindo castelo, ela agora precisa lidar como a falta de privacidade e o assedio dos paparazzis, sem contar a pressão de ser apresentada a família de seu pai, além de ter de enfrentar a desconfiança de Alexander, o enteado enteado de seu pai, filho de sua esposa falecida.
Alex não faz nada para que Ana se sinta acolhida,pelo contrario, deixa bem claro sua suspeita, de que ela possa ser uma golpista e demostra sua aversão a garota sempre que possível.
Logo a vida de Ana entra em uma rotina entediante, seu único consolo é a gigantesca biblioteca do castelo.
"Não é exagero meu.Sou louca por livros! Já deixei de ir a muitas festas só para não perder o fio da meada de uma historia.Eu trouxera para a Krosvia uma mala só de livros - meus favoritos e aqueles que ainda não lera.Comprava tantos que meu salario como estagiaria era quase só para isso.Então, fala serio, aquela biblioteca era tudo."
A antipatia entre Ana e seu "quase -irmão" é mutua. Mas por mais estranho que possa parecer, Alex se dispõe a leva-la para conhecer a cidade.E logo passam de completos desconhecidos para algo próximo a amizade, mas é também neste momento que Ana começa a prestar mais atenção no rapaz, em seus lindos olhos verdes, sua aparência de badboy,seus músculos bem definidos, em como ele é gentil quando estão sozinhos...
"Tudo bem que a visão era das melhores.De fraque, Alexander fazia astros de Hollywood, como Robert Pattinson e Zac Efron , por exemplo parecerem simples mortais."
Mas apesar deste sentimento que começa a aparecer no coração de Ana, ela não pode dar vasão a isso, já que o rapaz possui namorada a anos e não parece ter problemas no paraíso, apesar de Laika, vulgo "Nome de cachorro", ser totalmente intragável e ninguém no castelo gostar dela.
Inicialmente eu fiquei enrolando para ler, por nos primeiros capítulos tudo é muito parecido com "O diário da princesa". Não, não é idêntico, mas lembra muito, e da para ter total certeza de onde surgiu a inspiração. Mas o que faz a historia ser totalmente envolvente é a escrita da autora, que é muito fluida e simples, com uma linguagem bem popular, nada de palavras difíceis, que alguns autores nacionais gostam de usar, mas que mais parece que engoliram um dicionario.
Este o tipo de historia para quem gosta de chick-lit, se você não gosta, não perca seu tempo, o livro é um conto de fadas moderno, mas para quem gosta, assim com eu, é simplesmente viciante e proporciona uma leitura super agradável, é aquele tipo de historia que vc lê com um sorriso no rosto.
A construção de cada personagem foi muito bem feita também, uns vc ama, já outros tem completo pavor, sem falar no Alexander (~suspiros~), um badboy totalmente sexy, que é o sonho de qualquer garota, e que coloca uma pitada de sensualidade em uma historia adolescente.
O ponto ruim é a parte final do livro. Quando tu pensa que tudo esta se ajeitando, a autora criou uma situação totalmente desnecessária. Bem, na verdade era necessária, mas poderia ser melhor elaborada, usando como base algo com mais fundamento.Com certeza teria ficado menos previsível. O fato é que este "quase" final, ficou totalmente irreal, e quebrou um pouco o encanto da historia, já que desde o inicio a Ana é uma personagem , que apesar de tudo, é bem "humanizada" e o leitor pode se identificar com ela em vários momentos.
Mas apesar de tudo, eu amei o livro e fiquei completamente encantada, entrou para os meus favoritos, é claro. Sempre gostei desses romances "água com açúcar", independente do que falem, e considero este, um leitura obrigatória para todas que também gostam.
A play liste desse livro também é perfeita, Jon Bon Jovi a todo vapor!! *-*
Além de tudo, o livro me encantou primeiramente pela capa, incrível, Novo conceito sempre me ganha, com a capa e conteúdo. Além do mais, é uma edição para ninguém colocar defeito, super bem escrito e revisão, a diagramação é bem bonita também.

Sobre o autor:


Marina Carvalho nasceu em Ponte Nova, Minas Gerais, conhecida como a terra da goiabada. Adora queijo, rock progressivo, pudim de leite condensado, café com pouco açúcar e filmes com finais felizes.
Ama ler, seja um bom livro policial, um chick-lit despretensioso ou o jornal do dia. Quando criança lia as revistinhas da Turma da Mônica, incentivada pela mãe, e ficava esperando ansiosamente pela chegada delas todos os meses. 
Formou-se em Jornalismo pela PUC-Minas e exerceu o cargo de assessora de comunicação de uma empresa por sete anos. Hoje é professora de língua portuguesa e literatura na Escola Nossa Senhora Auxiliadora.
Mora em sua cidade natal com o marido e os dois filhos.

7 comentários:

  1. Esse livro é um amorzinho né?
    Já li faz tempo e amei cada pedacinho <3
    Preciso reler ele e ler o segundo!
    Marina escreve muito bem e sabe encantar os leitores com suas histórias.
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  2. Olá, pelo resenha o livro aparenta ser instável com momentos positivos e negativos, houve algo bem feito mas há falhas no enredo, fora que a trama não apresenta quase nada de originalidade. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Também achei a capa muito bonita, minha filha tem esse livro leu e gostou, ainda não li, a historia parece ser leve e gostosa de ler, deve deixar o leitor suspirando também, fiquei curiosa com essa situação desnecessária ou necessária não sei rs.

    ResponderExcluir
  4. Geeh!
    Já tive oportunidade de ler esse livro e outros da autora e fico totalmente rendida, porque adoro chick list, romance água com açúcar e uma protagonista bem diferente como Ana.
    Que sua semana seja repleta de luz e paz!
    “A amizade, depois da sabedoria, é a mais bela dádiva feita aos homens.” (François La Rochefoucauld)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE MAIO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá.
    Não conhecia a obra em questão, mas fiquei com muita vontade de ler. Achei a capa tão bonita!
    Espero ter a oportunidade de conhecer a escrita da autora e me deliciar com um bonito romance.
    Obrigada pela dica.
    Ótima resenha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. que bom q faz o seu estilo
    eu justamente nunca consegui ler pq sempre achei um diário da princesa(q eu nunca consegui terminar de ler) e eu não curto chick-lit (na verdade nunca consegui terminar de ler um livro desse estilo) e por causa disso eu sempre vou deixando passar, mas eu acho a capa muito linda

    ResponderExcluir
  7. Oi, Geeh!!
    Ainda não li nenhum dos livros da Marina Carvalho, e lendo a sua resenha parece um pouco mesmo com O diário da princesa!! Mas como adoro um bom chick-lit vou anotar a indicação!!
    Beijoss

    ResponderExcluir

Arquivo

© Livros de Elite - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Andréa Bistafa.
http://i.imgur.com/wVdPkwY.png