05 junho 2017

Primeiras Impressões: Pátria Chamada Amor - Márcia Rubim


Edição: 1
Editora: Amazon
ISBN: B0725X7PZ5
Ano: 2017
Páginas: 300

Compre na pré-venda: E-book Kindle 
Sinopse: A grande obstinação do capitão Christiano Vicenzo é chegar ao topo máximo da carreira, ou seja, ao generalato do Exército. Para alcançar a sua meta, precisa manter uma vida pessoal e profissional irretocável.Tudo começa a mudar quando ele serve em Niterói e conhece Nina, uma jovem com problemas sociais que ultrapassam – e muito – o que ele idealiza como protótipo de par perfeito. Fascinado pela garota, o militar decide arriscar no relacionamento, mas não imagina que, ao ser convocado para integrar a Missão de Paz no Haiti (MINUSTAH), terá sua história ao lado de Nina tragicamente desviada.
Inconformado com os caminhos que o destino escreveu para si, Christiano vai descobrir com o tempo que a maior batalha na reconquista do amor perdido talvez seja enfrentar as mágoas do passado e que a felicidade não segue regulamentos.
Um romance sensível e resistente ao tempo, que mostra que até mesmo para servir com dignidade à pátria é preciso que a pessoa por trás da farda esteja em paz com o coração.


Quando recebi um email da autora Márcia Rubim oferecendo os cinco primeiros capítulos de seu novo livro, fiquei muito feliz, pois sou grande fã de sua primeira obra lançada, a série Adeus à Humanidade.
Ao contrário da série, este livro não tem nada de fantasia - aqui, vamos encontrar uma história que se passa no Rio de Janeiro e com personagens com problemas reais, dramas reais.

Neste contexto, vamos conhecer Christiano, um militar dedicado; e Nina, uma estudante de medicina.
Confesso que senti um dejavu logo que comecei a leitura: "típico mocinho que se acha e está fechado para o amor encontra a mocinha que também não está afim de romance e ambos se apaixonam perdidamente!" É isso que o leitor vai encontrar nas primeiras páginas, até um pouco de sexismo por parte de Christiano que me fazia bufar toda vez que falava de alguma mulher.
"Pela primeira vez na vida, a situação se inverteu. As mulheres sempre tentaram me cobrar uma dedicação que eu não estava disposto a ceder, não o inverso."
Fora isso, a leitura me prendeu a tal ponto que quando os cinco capítulos terminaram eu fiquei de boca aberta. Márcia Rubim incrementa a trama com fatos que qualquer pessoa pode enfrentar na vida real.
A narrativa é em primeira pessoa, pelo ponto de vista de Christiano e Nina. Ambos contam sobre sua vida e o sentimento que surge entre eles. Não sou fã de relacionamentos que acontecem do nada, como sempre falo aqui no blog, gosto do desenvolvimento, da descoberta; o que, infelizmente, não acontece aqui, mesmo com a recusa inicial de Nina.
O plano de fundo para essa história não poderia ser melhor, Rio de Janeiro. As descrições da autora são breves mas nos dão aquele reconhecimento da cidade maravilhosa.

Do mais, só posso esperar a pré-venda acabar e terminar essa  leitura que, mesmo com as pequenas ressalvas, me deixou bem curiosa com os mistérios que rondam ambos os personagens. Quero muito saber quem foi Milena para Christiano se lembrar tanto dela; quero saber (apesar de já ter uma ideia) o que tanto teme Nina quando chega em casa e vê a luz de seu quarto acessa.
"Éramos incompatíveis, isso estava claro. Christiano ansiava por uma patricinha que não trabalhasse, e eu nunca seria submissa a ninguém. Melhor cortar o mal pela raiz."
Quero agradecer a Márcia pela oportunidade e desejar sucesso! Suas histórias são incríveis, nunca deixe que te digam o contrário.
E para os leitores em potencial, espero que vocês gostem da história tanto quanto eu gostei desses cinco capítulos! <3



Outros livros da autora resenhados no blog:


Sobre a autora:





Marcia Rubim é odontóloga e pós-graduada em odontogeriatria pela UFF, Niterói/RJ, sua cidade natal.
Dotada de múltiplos talentos no campo artístico — como a pintura, o desenho e o canto —, sempre adorou ler romances e histórias sobrenaturais. A paixão pela escrita veio mais tarde, e tornou-se um verdadeiro vício.
Adeus à Humanidade é o primeiro livro de uma série que Marcia deseja colocar na cabeceira de todos os amantes da boa leitura pelo mundo afora.

5 comentários:

  1. Oi Ana Paula! Muito obrigada pela sua participação nas Primeira Impressões de Pátria Chamada Amor! <3 A intenção, no caso do capitão Christiano Vicenzo, é justamente colocada para que revejamos certos conceitos. Pátria é uma história de redenção, e espero que qualquer hora vc possa conferir o desfecho desta trama! Valeu, linda! bjks

    ResponderExcluir
  2. Oi Ana! Nina e Christiano são aqueles personagens que já lemos tanto que realmente sentimos Dejá Vu quando lemos algo do tipo. E eu também não curto quando os personagens de apaixonam logo de cara. Acho muito chato e tedioso. Quando for lançado, eu vou dar um checada :)
    abraços

    ResponderExcluir
  3. Oi, Adeus a humanidade esta na minha lista de desejados e ouvi falar muito bem.
    Esse novo livro da autora parece ótimo, alem de ter uma capa linda.
    Adorei os dois quotes e deixou com gostinho de quero mais. Esse com certeza entra para a minha lista de desejados e vou comprar assim quelançarem

    ResponderExcluir
  4. É muito bom, quando não esperamos muito de um livro e depois ele nos surpreende de uma forma que mal sentimos os capítulos passarem, parece ser uma historia que nos colocamos no lugar dos personagens e tem mistério que adoro.

    ResponderExcluir
  5. Ana!
    Não entendo ainda como as autoras de romance insistem em ainda colocar protagonistas masculinos, carregados de machismo.
    Fora isso, como boa devoradora de romances (sempre da mesma fórmula), até gostaria de ler para conhecer a escrita da autora.
    “A única sabedoria que uma pessoa pode esperar adquirir é a sabedoria da humildade.” (T. S. Eliot)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JUNHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Adptação e personalização por QueenG Design

Tema Base por Butlariz