3


Resenha: Circulo Rubi - Richelle Mead



Edição: 1
Editora: Seguinte
ISBN: 978-8565765756
Autor: Richelle Mead
Serie: Bloodlines - Livro 6
Titulo original: The Ruby Circle
Ano: 2015
Páginas: 336
Tradutor: Guilherme Miranda

Sinopse:
Depois que Sydney Sage escapou das garras dos alquimistas, que a torturaram por viver um romance proibido com Adrian Ivashkov, o casal passou a viver exilado na Corte Moroi. Hostilizada por todos ao seu redor por ser uma humana casada com um vampiro, a garota quase não sai de casa e perde a noção do tempo, trocando o dia pela noite.
Mas logo Sydney se vê obrigada a abandonar seu refúgio, já que seu coração continua apertado desde que Jill Dragomir desapareceu. O sumiço da jovem princesa vampira coloca em risco toda a estabilidade política dos Moroi… Então quem estará por trás desse sequestro? Sydney precisa dar um jeito de trazer a amiga de volta — e ao mesmo tempo alcançar sua própria liberdade.
"O Circulo Rubi" é o sexto e último volume da série "Bloodlines", precedido por "Laços de Sangue", "O Lirio Dourado", "O Feitiço Azul", "Coração Ardente" e "Sombras Prateadas". Para ler as resenhas já publicadas aqui no blog, é só clicar nos títulos.

Atenção!! Pode conter spoilers sobre os livros anteriores!

Resenha:

E retornamos a nossa programação diária para falar sobre o final de “Bloodlines”, aquela série  engana trouxa, onde muito se enrola e nada se resolve.

Após o desabafo, vamos falar sério: “O Circulo Rubi” é – enfim – o último livro da série. Como vocês bem sabem, eu venho esperando o momento em que essa série iria engrenar, pois viro a última página e afirmo: não engrena.
Mas eu também deixo claro que, apesar de não satisfeita, eu estou feliz com o final. A autora deixou um gancho (ENORME), que insinua uma volta da narrativa para o casal de protagonista de Vampire Academy, Rose e Dimitri, e esses sim merecem destaque, pois mesmo como secundário nessa série, os únicos momentos de real tensão os envolve.

Mas vamos falar especificamente sobre “O Circulo Rubi”. Em “Sombras Prateadas” Sydney viveu o inferno na reeducação, mas conseguiu sair de lá com a ajuda de seu amado Adrian e do grupo de Alquimistas desertores, os quais ela ajudou a se livrar da compulsão contida na tatuagem de Lírio.
Após a fuga, ela e Adrian acabam se casando (olha o spoiler ai, mais eu avisei que tinha!) e pedindo abrigo na corte Moroi protegidos pela Rainha Vasilisa Dragomir, afinal, agora Sydney é casada com um Moroi e responde ao governo dos Vampiros.
Mas como nem tudo são flores, Jill Dragomir, a irmã mais nova da Rainha e a única garantia da monarca de manter o poder, continua desaparecida.
Sydney se sente culpada por isso, afinal, era a missão dela manter Jill em segurança e evitar o caos que uma guerra entre os vampiros causaria no mundo humano.
Após meses de casamento, e de começar a perceber a enormidade do que ela e Adrian fizeram, casando-se e indo contra todas as convenções sociais estabelecidas a anos, Sydney começa a se sentir sufocada por sua nova vida e status. É então que ela recebe a visita inesperada de sua mentora, a Sr. Terwilliger, que trás com ela informações cruciais que apontam um norte para o inicio das buscas por Jill.
"- Sydney - Adrian me interrompeu, segurando meu rosto entre as mãos. -Nunca, nunca pense desse jeito. Não me arrependo de nada que enfrentamos juntos. Estar com você é a melhor coisa que poderia ter me acontecido, a única decisão perfeita que tomei nessa minha vida atrapalhada e sem juízo. Faria tudo de novo para ficar ao seu lado. Nunca duvide disso. Nunca duvide do que sinto por você."
O que falar sobre essa leitura? Bem, primeiramente, eu estou me parabenizando por ter chegado até aqui. Não foi fácil, era uma luta constante a cada novo volume.
Eu tenho uma gratidão enorme por Richelle Mead, que me deu o Dimitri, mas eu acredito que VA foi o seu auge e Bloodlines foi só um série para encher linguiça e acrescentar mais um dinheirinho na conta bancária dela, indo na onda do sucesso da primeira série. Sem sombras de dúvidas essa foi uma série comercial. Mínimos detalhes são realmente importantes e acrescentam em algo para a construção do mundo impecável que ela já tinha criado. Parece também que ela usou esses livros para se redimir de alguns “erros” da série anterior. Enquanto em Vampire Academy ela focou  no suspense e deixou de lado o emocional dos protagonistas, aqui ela focou no romance, acrescentando diversas cenas de “amor” entre o casal de protagonistas, tornando alguns capítulos até mesmo brega e entediantes.

“O Circulo Rubi” foi o melhor volume da série, com mais conteúdo e sem tantas divagações desnecessárias. Mesmo assim, passou longe de ser uma leitura realmente agradável.
Sydney veio em uma crescente como protagonista, e não tenho que reclamar dela nos últimos livros. Adrian foi quem atingiu o ápice do entediante. O personagem saiu do carismático para o caricato.
Mas o que mais me incomodou é que levou seis livros para que a trama chegasse a esse ponto, e ao final, nada foi resolvido. O leitor vira a última página e se questiona seriamente se esta lendo realmente o último volume de uma série. Tudo termina com mais questões em aberto do que se iniciou. Absolutamente nada é resolvido, a não ser a situação de Sydney e Adrian como um casal.

Enfim, foi claro pelas minhas resenhas que eu não estava gostando nenhum pouco do caminho para o qual a trama estava se encaminhando do segundo volume em diante. E foi a partir desse momento que tudo realmente degringolou. Muito foi incluído e nada foi trabalhado satisfatoriamente. Faltou estabelecer um foco para a trama. Na falta de um ponto central, a história ficou oscilando entre todos os temas que autora incluiu – vampiros, magia, bruxaria, intrigas, política, traição... entre outros -  e tudo ficou confuso, e também muita coisa se perdeu.
Em geral, foi uma ideia ótima, mas mal trabalhada. Como eu já falei : claramente livros comerciais.
Atualmente eu vejo Bloodlines apenas como um complemento para Vampire Academy. Quem não gostou da série original, nem perde tempo se aventura nessas páginas.

Já sobre a edição física, eu nem preciso falar muito. O livro segue o padrão de qualidade dos anteriores. O trabalho da editora Seguinte é primoroso. Richelle Mead finalmente encontrou uma editora que cuida bem de seus bebes e que respeita os fãs incondicionalmente.
As capas não são as originais, mas infinitamente mais bonitas do que elas. A diagramação é simples, mas de qualidade, com uma revisão sem erros aparentes, paginas amareladas e fonte agradável para leitura.
"Não havia mais nada no mundo além de mim e Sydney, e as únicas coisas que importavam eram o nosso amor e como eu me sentia em seus braços."
Sobre o autor:


Richelle Mead é uma leitora voraz, fascinada por mitologia e folclore. Autora reconhecida tanto pelo público como pela crítica na área da fantasia urbana para adultos.
Autora da série bestseller, Vampire Academy, com fãs pelo mundo todo, e que já ganhou honras da American Library Association.

3 comentários:

  1. Eu simplesmente acho as capas dos livros dessa série lindas, mas eu não sei se iria gostar desta série, pois não gosto de histórias com muita enrolação e sem um ponto central na história, sem objetivos específicos, apesar deste livro ter sido o melhor livro da série, uma pena que não tenha sido uma leitura muito agradável para você, uma pena ter sido uma ideia ótima a história, mas mal trabalhada, como você disse foi algo comercial. Quem sabe futuramente eu leia esta série Bloodlines, mas no momento não tenho muito interesse em ler.

    ResponderExcluir
  2. Geeh!
    Uma série tão boa sobre vampiros terminar assim, sem respostas precisas, dá mesmo uma angústia...
    E que pena porque para mim é uma das melhores séries sobre o tema.
    Será que terá mais um livro explicando tudo ou ficará em aberto mesmo?
    Uma semana esplendorosa!
    “O amor é a única loucura de um sábio e a única sabedoria de um tolo.” (William Shakespeare)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
  3. Que pena que termina desse jeito deixando a desejar nas respostas, confesso que espera mais, que melhorasse mas infelizmente não aconteceu. Li os três livros falta os outros e vou ler sem expectativas. Mas pelo menos Sydney cria coragem para ir contra muita coisa e se casa.

    ResponderExcluir

Arquivo

© Livros de Elite - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Andréa Bistafa.
http://i.imgur.com/wVdPkwY.png