7


News Belas-Letras: Quanto tempo você passa com quem você ama?


Oi gente!
Td bem com vcs???
Hoje vamos de News da Belas-Letras? Tem entrevista exclusiva e como ainda estamos no mês do rock, um post exclusivo também espera por vcs!
Confira:




Entrevista exclusiva 

"O único item de valor na vida é o tempo que você passa com quem ama"

Se você ainda não ouviu a sua voz na rádio, aqui vai uma rápida definição: Marcos Piangers é puro pop. O pai de Anita e Aurora (sim, essa é a sua primeira atribuição) lançou neste mês um livro de crônicas que, ao se contrastarem, convergem para um mesmo ponto: ser pai pode ser sorrir e pode ser chorar. Pode ser bronca e pode ser carinho - tudo isso ao mesmo tempo.
O Papai é pop reúne 33 textos que transmitem os desafios, situações engraçadas e, principalmente, a visão única de Piangers sobre uma das maiores "profissões" do mundo.
Conversamos com Piangers, que nos conta - mais descontraído do que nunca - um pouco mais sobre o relacionamento sincero, estreito e feliz que mantém com as suas filhas.


Belas-Letras: Quando surgiu esse insight de escrever para contar as aventuras e situações com as suas filhas. Foi proposital ou ao acaso?
Piangers: Comecei a desenhar algumas histórias da minha primeira filha em 2011. Em 2013 comecei a escrever no jornal mensalmente sobre as experiências de ser pai. É resultado de uma vontade de guardar esses presentes preciosos, que são as histórias infantis.

Belas-Letras: Qual é o papel do pai moderno na sociedade atual?
Piangers:
O pai moderno não tem aquele distanciamento que estávamos acostumados nos anos 80 e 90. Os pais dos meus amigos eram quase que mafiosos: quando eles apareciam na casa a molecada fazia silêncio, parava de correr, meio que se escondia pra não levar bronca. A geração de novos pais é mais participativa, carinhosa e presente. E tomara que continue assim, para o bem das crianças e felicidade dos papais.

Belas-Letras: O que faz de um pai um pai POP?
Piangers:
Todo pai é um herói para seus filhos - a não ser aquele que decide ser ausente. O papai pop é o pai presente.


Belas-Letras: Antigamente, o pai era visto como um “chefe/alguém carrancudo”, e hoje o pai é uma figura mais participativa. Como você vê isso?
Piangers:
Aos pais que mantiveram distanciamentos artificiais com seus filhos, por questão cultural, por terem trabalhado demais ou por terem optado não ser presente, só posso dizer uma coisa: vocês não sabem o que perderam.

Belas-Letras: Anita (a filha mais velha, 9 anos) já lê as suas crônicas? Ela dá sugestões?
Piangers:
Sim. A Anita não gosta de nada que eu faço, profissionalmente. É minha maior crítica!

Belas-Letras: Como você encara a “profissão pai” (tempo com as pequenas) com a sua profissão de comunicador (rádio, eventos, viagens)?
Piangers:
O único item de valor na vida é o tempo que você passa com quem ama. As pessoas valorizam demais o dinheiro, trabalham para sustentar os filhos, sem lembrar que o dinheiro é, muitas vezes, super estimado. Se você pudesse trocaria dinheiro por saúde. Trocaria dinheiro por mais amigos. Garanto que trocaria dinheiro por mais tempo com pessoas que ama. A gente só se toca nisso quando o tempo passa, quando os filhos crescem. É um erro tão banal. Não quero cometer esse erro. Dou banho e ponho pra dormir quase todos os dias. Troco chopes com os amigos por cinema com as meninas. Quando viajo a trabalho sempre dou um jeito de levá-las. É o que me mantem feliz.



-------------------------------------------------------------------------------



Precisava de Você 

Pedro Guerra lança (des)romance em São Paulo

O escritor Pedro Guerra se apresentou aos leitores paulistas na última sexta-feira, 17 de julho, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional. "A minha última visita à cidade foi na Bienal de 2012, mas essa é com certeza a mais especial de todas elas", comentou Pedro. A sessão de autógrafos da obra Precisava de Você, reuniu amigos, familiares e novos leitores que, cativados pela trilha sonora da obra, aumentaram ainda mais a sua curiosidade pelo (des)romance.

Confira mais fotos do evento

----------------------------------------------------------------------------------------------

Mês do Rock

O que é rock? Eles dão a letra!

Os nossos autores roqueiros foram desafiados a responder uma pergunta complexa: o que é o rock para você? Dentre as respostas, muito sentimento, crítica e fragmentos das trajetórias pessoais de cada músico.
As frases foram transformadas em pôsteres para comemorar o Mês do Rockpromovido pela Belas-Letras. Confira os cartazes e aproveite para compartilhar o seu favorito! :)






Adorei a entrevista. E vcs? Não esqueçam de conferir ela completa no blog da Editora Belas-Letras ta?

Ha! E... Comentem!!!!
Bjo bjo^^


7 comentários:

  1. Olá, Ana.
    Essa entrevista está boa demais. Já li O Papai é Pop e adorei! É um livro leve e divertido, mas que te faz pensar.
    Quanto ao mês do Rock, as postagens estão SENSACIONAIS. Dia de rock é todo dia!

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de julho. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
  2. Oláá´!

    Eu já vi algumas resenhas de O Papai é Pop e adorei os elogios a escrita e me apaixonei pela diagramação da obra. As fotos são lindas.
    Realmente o pai pop é o presente, acho que não há presente melhor do que carinho de pai.
    Adorei conhecer um pouco mais do autor :)


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  3. Oi, Ana!
    Piengers disse tudo, os pais que escolheram não dar atenção e dedicar tempo aos seus filhos perderam muito!! Ai, aumentou demais minha vontade de ler O Papai é Pop agora!
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  4. Ana!
    Gostei também da entrevista, revela muito sobre o relacionamento do pai com as filhas e quanto amor, achei maravilhoso!
    E como adoro rock, gostei dos lançamentos também.
    “Aquilo que se faz por amor está sempre além do bem e do mal.”(Friedrich Nietzsche)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe no nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  5. Oiiee, tudo bom?
    Gostei muito da entrevista, realmente é lindo ver esse amor e relacionamento entre pais e filhos, que lindo esse amor.
    O lançamento do Pedro Guerra parece ser bom.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  6. Oiee
    Essa Editora é mesmo sensacional,curti muito a entrevista e sem dúvidas meu pai é muito pop kkk.E eu adorei esses cartazes com as respostas dos autores.
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Adorei a entrevista mana, esse livro com certeza vai ser muito bom e concordo com ele que hoje em dia o relacionamento pai e filhos está muito melhor, eu falo por mim mesma que tem um ótimo relacionamento com o pai e dou Graça a Deus por isso. Gostei muito da entrevista e quero muito ler o livro " Preciso de você" !!

    ResponderExcluir

Arquivo

© Livros de Elite - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Andréa Bistafa.
http://i.imgur.com/wVdPkwY.png